Primeiros processadores de 5nm poderão entrar em produção já em 2019

Carlos Oliveira

A TSMC, uma das principais empresas de semi-condutores do mundo, acaba de anunciar um novo avanço tecnológico. A empresa asiática informou já ter em sua posse as ferramentas necessárias para a produção de processadores na litografia de 5nm.

Quer isto dizer que este novo tipo de processadores poderá entrar em fase de produção já no próximo ano. Uma das principais clientes da TSMC é a Apple, pelo que podemos esperar grandes novidades neste campo bem mais cedo do que seria de esperar.

Processador

Com a nova litografia de 5nm, a TSMC será capaz de construir processadores com um maior número de transístores no mesmo espaço físico. Isto irá, naturalmente, repercutir-se na performance e autonomia dos smartphones que deles façam uso.

TSMC está, uma vez mais, na vanguarda da tecnologia

Embora seja ainda cedo para avançar com números concretos, a empresa de Taiwan já adianta algumas estimativas. Com efeito, esta refere que os novos processadores de 5nm terão 1.8 vezes mais transístores do que os SoC´s de 7nm. Ademais, é referido que a sua performance será 15% superior à dos atuais núcleos Cortex-A72.

A empresa de semi-condutores congratula-se ainda dos progressos alcançados no que à produção diz respeito. Fazendo uso de uma nova tecnologia baseada em radiação ultra-violeta, a taiwanesa será capaz de alcançar níveis de produção em linha com as exigências dos seus clientes.

TSMC

Assim sendo, podemos afirmar que os primeiros processadores baseados na litografia de 5nm poderão começar a chegar ao mercado em 2020. Entrando em fase de produção algures no próximo ano, dificilmente teremos exemplares no mercado antes do virar da década.

Atualmente, os processadores são construídos com base na litografia de 7nm. Esta proeza foi alcançada, em primeiro lugar, pelos Apple A12 e Kirin 980. Hoje em dia, também o Snapdragon 855 é construído sob a mesma tecnologia, mas esta poderá tornar-se ultrapassada dentro de dois anos.

Ainda assim, é muito cedo para que mais pormenores sobre assunto sejam referidos. Ao longo dos próximos meses mais novidades certamente surgirão sobre o assunto e com mais pormenores, por certo.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.