Processador da Intel vence Apple M1 Pro e M1 Max em testes de velocidade

Mónica Marques
Comentar

O processador Intel Core i9-12900K ultrapassou os processadores M1 Pro e M1 Max em testes de benchmark GeekBench 5 ao ser 1,5 de vezes mais rápido do que os da Apple.

Com uma pontuação média de 18.500, venceu os mais recentes processadores da Apple que não foram além dos 12.500.

Intel Core i9-12900K é 1,5 de vezes mais rápido que os processadores Apple

Apple M1 Pro

Recentemente, a Intel deu a conhecer a sua 12ª geração de processador Aider Lake, na qual se inclui o i9-12900K. A nova geração foi concebida para computadores desktop e o seu topo de gama i9-12900K conta com 16 núcleos, sendo que oito estão direcionados para o desempenho e os outros oito para a eficiência energética.

É certo que a nova geração Intel foi desenvolvida para os computadores desktop enquanto que os chips M1 Pro e M1 Max estão integrados em computadores portáteis. Mas uma vez que correm rumores de que a Apple pretende equipar o seu novo iMac de 27 polegadas com estes chips no primeiro semestre do próximo ano, as comparações e testes entre ambos são inevitáveis.

E foi exatamente isso que aconteceu. Os primeiros resultados do teste de benchmark GeekBench 5 revelam que o Intel Core i9-12900K é 1,5 de vezes mais rápido que os processador M1 da Apple. Neste teste, o processador da Intel registou uma pontuação média de 18.500 enquanto que os processadores da Apple se ficaram por 12.500.

Intel vence teste de velocidade, mas perde em eficiência energética

Ainda que o Intel Core i9-12900K tenha mostrado bons resultados nos testes de velocidade, ficou um pouco aquém nas provas de consumo de energia. Aqui ganha a Apple com os seus processadores a gastarem muito menos energia do que a 12ª geração da Intel. De acordo com a marca, o Intel Core i9-12900K consome de até 125 W numa utilização básica, e até 241 W na frequência turbo.

Mas verdade seja dita, a Apple quando anunciou que iria desenvolver os seus próprios processadores nunca disse que estes seriam os mais rápidos do mercado. A empresa de Cupertino comprometeu-se antes a que fossem os mais eficientes a nível energético e os testes agora realizados mostraram que a Apple está a cumprir a sua palavra.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.