HTC-10-10

Todos sabemos os contratempos que a Tawianesa HTC tem sofrido ao longo dos últimos anos. Hoje em dia, esta empresa já não é bem o que era mas isso não a fez desistir do mercado dos smartphones, pelo menos por enquanto. E caso algum dia isso venha a suceder-se (espero sinceramente que não), certamente não será antes de meados do próximo ano de 2017.

Vê também: Moto M: Novos banners revelaram todos os seus segredos

   

E o porquê desta afirmação? Porque começaram agora a surgir os primeiros rumores daquele que se espera ser o futuro flagship da marca, o HTC 11. O aparecimento deste rumor, neste preciso momento, não é em nada estranho se tivermos em conta que começamos já a falar com alguma regularidade daqueles que serão as grandes estrelas da primeira metade do próximo ano.

htc11

Com efeito, os rumores hoje conhecidos afirmam que o HTC 11 possuirá um ecrã de 5.5 polegadas, com uma resolução Quad-HD 1440 x 2560 pixels, podendo ainda ser curvo nas suas extremidades ou edges.

Quanto a câmaras fotográficas, sugere-se já que a principal deste novo HTC 11 seja de 12MP, acompanhada de uma frontal de 8MP. Esperemos que a HTC mantenha a estabilização ótica da imagem em ambas as câmaras, tal como fez com o atual HTC 10.


Talvez o fator de maior surpresa neste leque de rumores seja mesmo a possibilidade do HTC 11 vir com um ecrã curvo, algo pelo qual a empresa ainda não se havia aventurado. Todo o resto das informações aqui avançadas fazem o seu sentido para um equipamento a ser apresentado em 2017, mas ainda assim é ainda muito cedo para certezas, portanto espera por mais informações antes de as começares já a formar na tua cabeça.

Talvez queiras ver:

Huawei pretende passar a Apple em vendas no prazo de dois anos

Xiaomi Mi Mix esgota em 10 segundos na primeira Flash Sale na China

WhatsApp pode estar a criar um clone do Snapchat

Viaandroid pure
Fonteweibo
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.