Primeiro smartwatch Meta foi revelado após mudança de nome de Facebook

Mónica Marques
Comentar

Depois dos rumores, Mark Zuckenberg anunciou oficialmente que a empresa Facebook chama-se agora Meta Platforms.

E logo após o anúncio foi revelado o novo smartwatch Meta que poderá ser um dos primeiros equipamentos lançados pela nova, ou digamos remodelada, empresa.

Primeiro smartwatch Meta pode incluir uma câmara frontal

smartwatch Meta
Na imagem primeiro smartwatch Meta Crédito@Bloomberg

Ao que tudo indica, a Meta Platforms, anteriormente conhecida por Facebook, está a desenvolver um novo smartwatch que se caracteriza pelo ecrã redondo e uma câmara frontal.

O equipamento foi revelado por Steve Moser, um produtor de aplicações, e divulgada pela agência de notícias Bloomberg. Moser afirma que detetou a imagem do smartwatch Meta numa aplicação de controlo para os óculos inteligentes que a antiga Facebook lançou em parceria com a Ray-Ban.

De acordo com as informações avançadas, o smartwatch Meta está equipado com uma bracelete amovível e uma câmara frontal. A confirmar-se esta última especificação, o smartatch pode permitir a realização de videoconferência, o que desde logo o vai diferenciar dos modelos concorrentes da Apple e Samsung.

Segundo uma fonte ligada ao projeto, a Meta Platforms pretende lançar o seu primeiro smartwatch em 2022 e está atualmente a trabalhar em três gerações diferentes do equipamento que serão lançadas em três prazos distintos.

O facto de o equipamento ter sido detetado numa aplicação dos óculos inteligentes da Facebook sugere que o smartwatch Meta pode oferecer compatibilidade com equipamentos Android e com o iPhone; até porque os Facebook View funcionam com os sistema operativos iOS e Android.

Facebook é agora Meta Platforms e tem como foco de trabalho o metaverso

Announcing @Meta — the Facebook company’s new name. Meta is helping to build the metaverse, a place where we’ll play and connect in 3D. Welcome to the next chapter of social connection. pic.twitter.com/ywSJPLsCoD

— Meta (@Meta) 28 de outubro de 2021

A revelação do primeiro smartwatch da Meta surge logo após o anúncio oficial de que a empresa anteriormente conhecida por Facebook chama-se agora Meta Platforms. Num conferência de imprensa virtual, Mark Zuckerberg explicou que o novo nome reflete o foco de trabalho da empresa no ecossistema Metaverso e que a rede social irá manter o nome de Facebook.

"Neste momento, a nossa marca está tão intimamente ligada a um produto que não pode representar tudo o que estamos a fazer", esclarece Zuckerberg a propósito da mudança de nome.

A Meta Platforms está a focar-se na tecnologia de Realidade Aumentada e Virtual e afirma que a nova marca vai reunir todos os novos equipamentos Metaverso. Muitos analistas internacionais avançam que a mudança de nome poderá também estar relacionada com as recentes polémicas em que o Facebook se viu envolvido. A estratégia poderá ser afastar a nova área de negócio de polémicas e críticas antigas.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.