Popular aplicação do AnTuTu desaparece da Google Play Store. Entende o motivo

Filipe Alves
Comentar

A popular aplicação de benchmark para smartphones, AnTuTu, acaba de desaparecer da Google Play Store. A explicação ainda não é clara, porque ainda não existiu um comunicado oficial, porém, acredita-se que já se saiba da razão para tal.

Aparentemente os desenvolvedores Cheetah Mobile detinham algum direito sobre as aplicações do AnTuTu. Assim sendo, a Google decidiu remover estas aplicações de forma a combater todas as Apps que essa empresa estava envolvido.

AnTuTu desparece da Google Play Store devido à Cheetah Mobile

Antutu banida da Google Play Store

A empresa Cheetah Mobile foi descoberta há uns tempos de lançar aplicações para a Google Play Store com malware, spyware e adware.

Depois de terem sido apanhados pela Google, a empresa ainda teve a oportunidade de se redimir e resolver todos os problemas das suas aplicações.

Contudo, a empresa continuou a praticar o mesmo negócio. Ou seja, a lançar Apps com os mesmos problemas. Isto fez com que a Google decide banir o desenvolvedor da loja de aplicações Mobile.

Poderá o AnTuTu voltar à Google Play Store?

O futuro ainda é incerto. A Google já apontou no passado que terá uma mão mais severa em desenvolvedores que não cumpram com as regras e, se a empresa Cheetah Mobile for a dona do AnTuTu não parece que exista muito que possam fazer.

Ainda assim, vale a pena esperar para ver. A Google Play Store tem vindo a aumentar as suas políticas de privacidade do utilizador e é também possível que o AnTuTu BenchMark simplesmente não cumprisse alguns dos seus requisitos.

A aplicação de Benchmark do AnTuTu é uma das mais utilizadas para medir a qualidade do desempenho de smartphone com tradução em números. A aplicação ainda continua disponível na loja de aplicações da Apple.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.