Pokémon GO. Raids a partir de casa estão a chegar: vê como funcionam

Bruno Coelho
Comentar

A pandemia de Covid-19 levou a Niantic a ter de adaptar o Pokémon GO a uma realidade totalmente diferente da premissa do jogo: conseguir progredir, jogando apenas a partir de casa.

Isso levou a que a GO Battle League pudesse ser jogada sem que os jogadores precisassem de caminhar, e o próximo passo é poderes realizar Raids a partir de casa.

Os detalhes divulgados dos Raids a partir de casa

  • Graças ao “Remote Raid Pass”, vais poder aceder a batalhas de Raid que estejam visíveis no ecrã de Nearby, independentemente de onde estiveres
  • Apenas um “Remote Raid Pass” vai ser requerido para te juntares a cada Raid
  • Só vais poder guardar um número limitado de “Remote Raid Passes” de cada vez
  • Número de jogadores a usar um “Remote Raid Pass” numa Raid será limitado
  • Batalhas de Raid que completes com este tipo de passe também contarão para as medalhas e tarefas de pesquisa
  • No lançamento, os jogadores que fizerem o Raid remotamente terão o mesmo poder de ataque que os jogadores que estão no local
  • Mais tarde, treinadores que façam o raid em casa irão dar menos dano na batalha (provavelmente após a pandemia)

Estas serão as primeiras medidas a adicionar a uma funcionalidade que, a julgar pelo comunicado oficial, se vai estender para lá da pandemia. No entanto, o facto de dares menos dano à distância vai certamente motivar a que, quando for possível, queiras fazer o raid presencialmente.

É também referida uma medida importante. Nem todos têm ginásios no Nearby quando ligam o jogo. E a Niantic afirma no comunicado que no futuro será possível convidar amigos para um Raid remoto, independentemente da sua localização.

Quanto vão custar os Remote Raid Passes

Inicialmente a Niantic promete colocar uma caixa na sua loja com “Remote Raid Passes” a custar apenas uma moeda. Individualmente, estes poderão ser adquiridos numa fase inicial por 100 moedas.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.