paypal crowdfunding

O gigante dos pagamentos online, PayPal, vai deixar dentro em breve de reembolsar clientes que pretendam ter o seu dinheiro, aplicado em campanhas de crowdfunding que não correram como o esperado, de volta.

A plataforma de crowdfunding Kickstarter diz que 9% dos projectos nunca saiem do papel, o que significa que apesar do risco de perderes o teu dinheiro investido ser mínimo, ele existe, e existindo esse risco significa que o PayPal pode vir a ter despesas extra.

   

Em resposta ao site Engadget sobre como vai acontecer e o porquê desta mudança a empresa anuncia que países como Brasil, Australia, Estados Unidos, Canadá e Japão serão os primeiros a ver situações relativas a crowdfunding fora da Protecção de Comprador.

“Na Austrália, Brazil, Canadá, Japão e E.U.A e outros países, excluímos os pagamentos feitos a projectos de crowdfunding da nossa lista de situações protegidas pelo programa de Protecção do Comprador. Isto deve-se aos riscos e incertezas implicados nas contribuições feitas a este tipo de projectos e que não garantem o retorno do investimento feito neles. […]”

Até dia 25 de Junho o sistema de Protecção do Comprador do PayPal vai continuar a dar-te a possibilidade, de num prazo máximo de 20 dias após teres feito um investimento num projecto de crowdfunding, de teres o teu dinheiro de volta, depois desta data isso vai deixar de acontecer.

Talvez queiras ver:

FonteEngadget
A tentar mudar o mundo linha de código a linha de código. Estudante de Eng. Informática, "Software Developer" nos tempos livres e apaixonado desde sempre por tecnologia.