Passagem de ano em Shangai troca fogo de artifício por drones iluminados (vídeo impressionante)

Filipe Alves
1 comentário

A festa de passagem de ano é sempre algo bonito de se ver e presenciar. Temos a contagem decrescente e depois um enorme fogo de artifício. É quase sempre assim à volta do mundo.

Menos em Shangai, onde na passagem de ano de 2019 e 2020 tivemos 2000 drones iluminados no ar ao mesmo tempo para criar uma iluminação nunca antes vista.

Drones iluminados substituíram o fogo de artifício de Shangai na passagem de ano

Tal como muitos vocês, também gosto de olhar para o céu na passagem de ano. O fogo de artifício é sempre algo interessante de se ver. Certamente por isso é que a ilha da Madeira é um dos postos turísticos mais procurados no final do ano. Tudo porque temos um fogo impressionante.

Contudo, não consigo ficar indiferente a esta magia de Shangai. Programar 2000 drones para conseguir criar imagens, números ou até a contagem decrescente é algo sensacional.

Nada de fumos ou fogos no final do fogo de artifício

Shangai drones fogo de artifício

Temos também a vantagem de depois do fogo de artifício não ter uma enorme fumaça por cima da nossa cabeça. Melhor ainda, não vemos bombeiros a correr de um lado para o outro a apagar fogos provocados por este fogo de artifício (algo habitual na Madeira por exemplo). Em Shangai os drones levantaram, fizeram o seu trabalho (incrível trabalho) e voltaram a aterrar.

Drones tiveram uma evolução impressionante

Não vai há muitos anos que tivemos os primeiros drones no ar. Ao longo do tempo temos visto este pequeno gadget a chegar ao consumidor "normal" e agora a maravilhar milhões por todo o mundo num final do ano inesquecível.

Por isso é que sou um eterno amante tecnológico. A evolução é impressionante e não há dia que não fique impressionado com as conquistas tecnológicas que a humanidade alcança. Tens alguns exemplos abaixo.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.