A Oukitel tinha prometido que o ano de 2017 seria um a ter em conta para os seus smartphones. A empresa Chinesa deu-nos no ano passado excelentes e irreverentes smartphones por um bom preço e é assim mesmo que começa 2017.

O Oukitel U7 Max está longe de ser o telefone de sonho, contudo, oferecerá especificações aceitáveis para quem quer um terminal para pequenas coisas.

   

Vê ainda: Aproveita estes earphones Bluetooth estilo AirPods por 20€

O design não foge da ideologia dos smartphones da marca. O Oukitel U7 Max dá-nos um corpo em plástico mas elegante e um ecrã de 5.5″ polegadas HD que prometem dar uma qualidade de visualização agradável.

O dispositivo é ainda um Dual-SIM com A-GPS e com o processador MediaTek MT6580A. Isto significa que se queres um terminal para servir de GPS no carro, este será garantidamente uma boa escolha.

Porém, o smartphone não é perfeito. O Oukitel U7 Max conta com apenas 1GB de memória RAM e 8GB de memória interna. Isto significa que se queres fazer muito multi-tasking, é melhor olhares para outro lado. A pouca memória interna pode ser expandível, por isso não é tão preocupante.

Lá dentro teremos o Android 6.0 Marshmallow, o que ajudará, e muito, a sua pouca RAM e a bateria de 2500 mAh, embora não seja gigante, deverá perfeitamente para um dia de utilização.

O terminal chegará em breve ao mercado por um valor de 60€. Por este preço já podes contar com alguns terminais no mercado, mas a nível de design e ecrã o novo smartphone da Oukitel é certamente superior.

Os smartphones são desenhados para todas as carteira e este é obviamente um gama-baixa, desenhado para aqueles que querem um smartphone para fazer chamadas e ter meia-dúzia de aplicações.

Outros assuntos relevantes:

LG Watch Style e LG Watch Sport apresentados oficialmente

Phone House e CTT estabelecem parceria para facilitar as entregas

Android Nougat conta com pouco mais de 1% em todos os Android

FonteOukitel PR
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.