Os smartphones Android mais potentes do momento no AnTuTu! A Xiaomi é a grande vencedora!

Filipe Alves
1 comentário

Com tantos smartphones Android no mercado às vezes não temos a certeza de qual escolher. Por isso é que há smartphones para todos os gostos e feitios.

Há quem goste de câmaras, outros preferem design. Porém, se estás a ler este artigo, é porque és daqueles que dá valor ao desempenho. O AnTuTu benchmark mede em números a qualidade de desempenho do smartphone e estes são os mais potentes do momento.

Top 10 de smartphones Android mais potentes do momento

Smartphones mais potentes android AnTuTu

Xiaomi destaca-se com 4 smartphones no Top 10

A Xiaomi acaba por ser a marca com mais destaque. Não só se apodera do primeiro lugar no pódio com o Xiaomi Black Shark 2 Pro, como também conta com mais 3 na lista.

smartphones mais potentes AnTuTu

Com um total de 4 smartphones nos mais potentes do momento, a Xiaomi mostra que não é uma marca que está aqui para brincar. Ademais, todos estes equipamentos tem um preço super competitivo. O Xiaomi Mi 9, por exemplo, está à venda por apenas 300€. Impossível resistir.

OnePlus também dá cartas

A OnePlus sempre nos habituou a lá estar. Os OnePlus 7 e OnePlus 7 Pro são terminais topo de gama e conseguem marcar o Top 10 do AnTuTu. Ambos os equipamentos são topo de gama e ambos se destacam da concorrência pelo excelente design, User Interface limpo e parecido com o Android puro. Ademais, são potentes até dizer chega.

ASUS, ZTE e Meizu são os restantes

Não estranhes ao não ver a Samsung, LG ou Huawei neste top do AnTuTu. A ASUS, ZTE e Meizu também tem investido forte nos topo de gama. E lembro que a Huawei, por exemplo, só agora é que lançará o seu novo processador que será capaz de concorrer com estes tubarões.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.