OPPO Find X - Porque é que só as ''pequenas'' empresas procuram inovar?

Pedro Henrique
Oppo Find X Android
Créditos: The Verge

Ontem trouxemos notícias oriundas da China. Mais precisamente, da OPPO. Depois do Vivo Nex, eis que mais um “asiático” se junta à corrida da barreira dos 90% de screen-to-body ratio. O OPPO Find X promete, como outros prometeram, deixar tudo e todos boquiabertos com o seu enorme ecrã “notchless”.

Mas porquê? Porque é que são as marcas mais "pequenas" a trazer este tipo de inovações e não a Samsung ou a Huawei ou qualquer outra marca mainstream?

Vê ainda: OPPO Find X. Novo topo de gama Android terá câmara deslizante

(PS: Entenda-se que "pequenas" tem de ser tomado com uma dose de sal. A OPPO é uma das maiores do mercado asiático. Simplesmente ainda não atacaram de uma forma mundial.)

Basicamente, apenas porque precisam. São elas que precisam de se afirmar no mercado mobile para fazerem crescer a sua carteira de clientes.

Oppo Find X é o Android dos nossos sonhos...

A Samsung claro que vai “inovar”. Provavelmente, o Galaxy S10 trará sensor biométrico de baixo do ecrã e que terá um screen-to-body ratio perto ou mesmo acima dos 90%.

No entanto, porque é que não é pioneira? Bem, se olharmos para o passado da Samsung, temos de ter em conta que o Galaxy Note 7 causou estragos, literalmente. Assim, a marca sul-coreana, sempre que lança um novo equipamento para o mercado, de certeza que terá passado por um batalhão de testes até chegar ao produto final.

Isto claro, de forma a garantir que o dispositivo não volta a manchar o nome da marca e que este dure ano após ano. Algo que não aconteceu ao Galaxy S4 de uma senhora americana há uns tempos, por exemplo.

Depois, há que ter em conta que, quantos mais equipamentos se produzem, maior é a probabilidade de haver erros. Ou seja, se se vender um grande leque de smartphones, é mais provável que haja uma ou duas dezenas com erros (bateria, ecrã, etc) do que vender meia dúzia e algum deles apresentar algum defeito.

OPPO Find X não deverá chegar ao mercado Europeu

Oppo Find X Android

É normal que assim seja. O Galaxy Note 7 foi um caso à parte, contudo, a probabilidade está lá. Quantos mais estão no mercado, mais existe a probabilidade de insatisfação. O que dá a possibilidade a outras marcas "menos mainstream" de irem inovando. Correrem mais riscos

Atenção, não queremos descredibilizar qualquer marca. Até porque, por mais testes que se façam, um flagship de um líder de mercado pode não ser tão fiável quanto um smartphone de qualquer uma das marcas menos conhecidas!

E depois, há o cuidado que o utilizador dá ao equipamento, que pode acabar por ferir a reputação de uma construtora sem que esta tenha culpa.

Equipamentos como o Vivo X20 Plus UD, Vivo Nex e agora o OPPO Find X, todos têm origem na China e pouco a pouco se afirmam cada vez mais. Mais, mostram que as marcas menos mainstream também têm uma palavra a dizer na indústria de smartphones.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung quer desenvolver as suas próprias placas gráficas

Patente da Motorola mostra-nos smartphone dobrável e nova tecnologia

Xiaomi apresenta a sua nova mochila Xiaomi Mi Backpack por 3.5€

Artigo por Rafael Alemão

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.