OPPO alcança feito inédito graças às suas marcas Realme e OnePlus

Rui Bacelar
Comentar

A OPPO e a suas empresas Realme e OnePlus conseguiram, entre si, alcançar o segundo lugar no mercado global de smartphones, ultrapassando assim a Xiaomi e a Apple. A proeza foi registada pela agência de análise de mercado Counterpoint Research.

Os dados aferem-se ao mês de maio de 2021, período durante o qual a OPPO foi superada apenas pela líder Samsung no volume de smartphones vendidos. Durante este período, a OPPO e as suas subsidiárias granjearam 16% de quota de mercado global.

OPPO ocupou o 2.º lugar no mercado global de smartphones em maio

Counterpoint Research
Variação da quota de mercado de smartphones. Crédito: Counterpoint Research

O relatório da Counterpoint Research refere que a gigante chinesa, junto das suas subsidiárias, alcançou 16% de quota de mercado, atrás apenas da Samsung. Em terceiro lugar a Apple atingiu os 15% de quota de mercado e, em quarto lugar, a Xiaomi com 14%.

Este mês de maio mostrou-se altamente competitivo com uma escassa margem a separar estas três gigantes da tecnologia. No entanto, é importante frisar que a posição da OPPO foi atingida ao somar também as vendas da Realme e da OnePlus.

Para o analista Jene Park da Counterpoint, este enquadramento mostra que "(...) a OPPO e as suas subsidiárias ultrapassaram as vendas da Apple e Xiaomi entre abril e maio ao tomar para si o segundo lugar".

Mais ainda, o analista afirma que "A família OPPO será, muito provavelmente, a nova marca dominante vinda da China após a Huawei". Espera-se ainda que a OPPO venha a dominar o mercado natal, tal como a Huawei outrora o fez durante longos anos.

A Realme foca-se na gama baixa e média, a OnePlus no segmento premium

Counterpoint Research
Quota de mercado global da família de marcas OPPO. Crédito: Counterpoint Research

O grupo OPPO conta com a Realme para distribuir os seus smartphones baratos e bons, especializando-se no segmento de entrada (gama baixa) e gama média. Têm uma forte presença em lojas físicas na Ásia e online em vários outros mercados.

Por outro lado, a OnePlus foca-se sobretudo no segmento de topo (premium) com as vendas a terem lugar através das lojas online, o canal primordial desta marca. Mais recentemente, a OnePlus também reforçou o seu portefólio de smartphones com várias ofertas de gama média e gama baixa na linha OnePlus Nord.

Ao mesmo tempo, a OPPO desdobra-se nas três categorias referidas, do segmento de entrada aos topos de gama. Esta fabricante também está presente em Portugal, sendo já uma visão comum nas principais lojas físicas, bem como nas lojas online.

Recordamos ainda a recente fusão da OnePlus com a OPPO, fabricante com a qual sempre partilhou bastante proximidade. Apesar de tanto a OnePlus como a Realme serem empresas com alguma independência, as suas vendas contribuem assim para as métricas do grupo OPPO.

Por fim, durante este segundo trimestre de 2021 seria a Xiaomi a ocupar o segundo lugar, superando a Apple. Os dados foram recentemente publicados pela agência Canalys e dados a conhecer na 4gnews.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.