OnePlus X: o primeiro e o último smartphone de gama média da OnePlus

Rui Bacelar
OnePlus X Android
O equipamento foi lançado pela fabricante chinesa em outubro de 2015

Porque é que a tecnológica chinesa OnePlus não voltou a lançar um smartphone Android de gama média? O que a impediu de apresentar um sucessor para o seu OnePlus X, dispositivo muito bem recebido pelos fãs e pelos consumidores.

Ou será que o terminal não foi assim tão bem acolhido junto da comunidade tecnológica? Corria o ano de 2015 quando a jovem empresa chinesa lançou o seu primeiro - e provavelmente último - dispositivo de gama média (alta).

Vê ainda: Huawei prepara-se para estrear nova tecnologia nos smartphones Honor

Agora, o CEO da empresa esclareceu algumas das dúvidas dos fãs por ocasiões da sua mais recente sessão de esclarecimento. Note-se que esta OEM tem por hábito realizar algumas sessões deste género, sentando-se frente a frente com os fãs e entusiastas da marca.

Seria aí que Pete Lau, atual CEO, esclareceu isso mesmo. Os quês e os porquês do OnePlus X. Os fatores que levaram à sua criação e, em última análise, à sua curta vida e ausência de sucessores. Em suma, acabando com toda e qualquer especulação.

A curta vida do smartphone OnePlus X

A opinião geral sobre o smartphone Android de gama média, o OnePlus X é uma de desilusão. Algo que não passou despercebido ao CEO que, quando questionado sobre se estava há espera de mais com o produto, apontou o seguinte. O OnePlus X visava ser um topo de gama "Lite". Ora, apesar de a comunidade ter adorado o seu design e considerado o smartphone extremamente belo, a verdade é que não suscitou um grande interesse por parte dos consumidores. A maioria continuou a preferir um smartphone topo de gama (flagship). Isto veio reafirmar a nossa postura e compromisso em trazer smartphones topo de gama.

OnePlus X smartphone gama-média Android CEO OnePlus 5T Pete Lau
Pete Lau, CEO da OnePlus - Crédito: businessworld

Explica-se assim o paradoxo entre a opinião geral - consumidores - e a comunidade tecnológica e fãs da marca. O produto em si era bom mas o mercado pedia sobretudo dispositivos de gama alta. O resto já é conhecido, optando a marca apenas por smartphones topo de gama.

Pete Lau não especificou números de vendas. Não disse o quão más foram estas cifras mas a ausência de um sucessor para este smartphone fala por si. Mais ainda, mesmo a nível de atualizações de sistema, receberia uma nova versão e ficar-se-ia por aí...

Já numa última nota, Pete Lau refere que os seus novos auscultadores sem-fios, os OnePlus Bullets Wireless estão a ser uma ótima surpresa. O produto continua a esgotar, lote após lote, deixando um largo sorriso no seu rosto.

Poderão encontrar aqui todas as respostas dadas pelo CEO às questões dos fãs. Certo é que o dispositivo Android deixará saudades a muitos portugueses...

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung está a pensar acabar com a linha Galaxy Note

Huawei prepara-se para tirar a ‘notch’ e dar-nos sensor biométrico no ecrã

Google cria nova plataforma para fazeres GIFs com os teus movimentos

Fonte | via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.