Conseguirá a OnePlus triunfar onde a Huawei falhou?

Filipe Alves
Conseguirá a OnePlus triunfar onde a Huawei falhou?
OnePlus atacará no mercado onde a Huawei simplesmente não consegue entrar

Há poucas semelhanças entre a Huawei e a OnePlus. Embora ambas as marcas tenham origem na China as estratégias são completamente diferentes. A Huawei cresceu devido à qualidade dos seus smartphone e forte marketing investido. Já a OnePlus resguardou-se pelos fãs da marca criando um impacto positivo no mercado.

A OnePlus começou a sua história com o OnePlus One. O seu primeiro smartphone durante meses só podias ser adquirido com convites e tal como as criptomoedas "quanto mais exclusivo, mas popularidade terá".

Vê ainda: Aqui estão Wallpapers para o teu Galaxy S8, iPhone X e ecrãs 18:9

Ter um OnePlus não era tarefa fácil. Eventualmente a marca cresceu com a ajuda da OPPO e tornou-se um símbolo de qualidade por baixo preço. É verdade que já não podemos dizer que o mais recente terminal da marca é um "Flagship Killer", contudo, é um topo de gama com um preço muito apetitoso.

Recentemente a Huawei tentou entrar no mercado americano. A marca chegou mesmo a anunciar parceria com a operador AT&T nos Estados Unidos. Infelizmente a parceria durou pouco. Dias depois do anúncio a AT&T resolveu não prosseguir com o negócio.

Pois bem, de acordo com a CNET a OnePlus tentará conquistar um mercado que a Huawei simplesmente não consegue entrar. Pet Lau, CEO da OnePlus, numa entrevista à CNET revelou a vontade de entrar no mercado norte-americano através das operadoras e espera que para o ano os acordos estejam resolvidos.

Embora isso diga pouco aos europeus, temos de perceber a importância do mercado americano no mundo mobile. Uma empresa de smartphones bem sucedida nos EUA é quase garantido que tenha sucesso nos outros cantos do mundo.

Estudos indicam que 85% a 90% dos americanos não compram terminais desbloqueados. Isto é, esperam pelos contratos das operadoras para conseguir um terminal teoricamente mais caro por um preço mais vantajoso.

OnePlus e Huawei são muito diferentes mas o mercado americano é um objetivo comum

Em Portugal não temos esse hábito, por isso é que marcas como a Xiaomi, Huawei e até BQ tem um sucesso bem acima da média.

Não me parece inteiramente descabida a hipótese da entrada da OnePlus no mercado americano, contudo, situações como a de hoje não podem acontecer. As últimas informações referiram que a marca estava a enviar dados dos utilizadores OnePlus 3 para servidores na China.

Esta foi uma das razões pela qual a Huawei não conseguiu criar a parceria. Nada indicava que a Huawei fizesse o mesmo, porém, o receio dos americanos em serem observados pela China deixa-os com o pé atrás.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Google Play Store – 5 pacotes de ícones para personalizares o teu Android

LG Pay chega aos mercados internacionais em 2018

Xiaomi interrompe a atualização Android Oreo para o Xiaomi Mi A1

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.