OnePlus faz inveja à Xiaomi com os 300 irredutíveis que ainda usam o OnePlus One

Rui Bacelar
Comentar

Após Lei Jun ter revelado um fato particularmente interessante sobre a sua fabricantes e o seu antigo smartphone topo de gama, o Xiaomi Mi 6, agora é a vez de Pete Lau, responsável máximo pela OnePlus fazer o mesmo. E os números são surpreendentes!

Tal como demos a conhecer na 4gnews, ainda existirão mais de 2 milhões de utilizadores ativos do smartphone Xiaomi Mi 6. Uma cifra impressionante para um smartphone lançado em 2017. Mas quantos corajosos ainda utilizarão o OnePlus One de 2014?

Os 300 irredutíveis que mantêm vivo o OnePlus One em 2021

A informação foi avançada hoje (23) pelo co-fundador da OnePlus em resposta a uma publicação com vídeo feita na rede social chinesa Weibo. Aí o utilizador publicou um vídeo versando sobre a experiência de utilização do smartphone OnePlus 5 em 2021.

Peta Lau, aproveitando a ocasião, reafirmou a publicação original, afirmando que o OnePlus 5 se mantém fluído e fácil de usar mesmo agora. Afirma ser incrível como um dispositivo com quatro anos consegue ser ainda muito agradável atualmente.

Mais ainda, Lau aproveitou para dizer que ainda existem pelo menos 300 utilizadores mensalmente ativos do smartphone OnePlus One. Este foi o primeiro smartphone lançado pela fabricante chinesa corria então o ano de 2014 (e a 4gnews acabara de nascer).

A época de ouro da OnePlus, do One ao 5 (e talvez o 6)

Para um smartphone lançado em 2014, ter 300 utilizadores ativos em 2021 é, mesmo assim, digno de nota. No entanto, há provavelmente mais utilizadores ativos com uma ROM diferente no smartphone, dispositivos que não são contabilizados.

Aliás, é provável que a maioria dos smartphones One em utilização usem já uma custom ROM distinta da original. Algo que os impede de ser reconhecidos pela OnePlus, mas que sem dúvida ainda estarão espalhados pelo mundo.

De qualquer modo, estes irredutíveis são uma prova do apreço que os consumidores tinham inicialmente pela fabricante. A jovem start-up que chocou o mercado com os seus topos de gama perigosamente baratos, os flagship killers.

Este mantra seria mantido até aos OnePlus 5, e em parte até à geração seguinte de 2018, os OnePlus 6. Em retrospetiva esta seria a época de ouro da fabricante chinesa que recentemente confirmou a sua absorção pela OPPO.

A OnePlus afirmou-se no segmento premium muito cobiçado pela Xiaomi

A OnePlus manter-se-ia como firme rival da Xiaomi no segmento de gama alta, crescendo em todos os mercados onde estava presente, mas sobretudo na Índia e na Europa.

Atualmente este mesmo segmento é o mais cobiçado pela Xiaomi que se desdobrou em modelos para a sua gama Mi 11.

Resta, por fim, uma simples questão. Temos alguns irredutíveis entre os leitores 4gnews? Ainda usam algum terminal "vintage" desta fabricante, do OnePlus One aos OnePlus 5?

Editores 4gnews recomendam:

  • Apple terá acabado com produção do iPhone 12 mini. Sabe porquê
  • Realme GT 5G Master Edition será o próximo smartphone topo de gama bom e barato
  • Amazon é a marca mais valiosa do mundo, seguida pela Apple e Google
Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.