OnePlus confirma estratégia da Xiaomi no seu próximo smartphone

Bruno Coelho
Comentar

A OnePlus confirmou nas últimas horas que vai optar pela estratégia que a Xiaomi, Oppo, Realme e outras concorrentes fazem em alguns dos seus smartphones. Isto porque o seu próximo smartphone terá nomes diferentes dependendo da região.

OnePlus Ace e OnePlus 10R serão o mesmo smartphone, com nomes diferentes

O OnePlus Ace vai tornar-se oficial esta quinta-feira, 21 de abril, na China. Já o OnePlus 10R 5G tem apresentação marcada para o próximo dia 28 de abril, na Índia. Mas é de esperar algumas diferenças entre os terminais.

oneplus

No que diz respeito ao aspeto exterior, não é de esperar diferenças de maior registo entre ambos os terminais. No entanto, o processador deve ser ligeiramente diferente. O OnePlus Ace vai chegar com o MediaTek Dimensity 8100, e o OnePlus 10R com o 8100 Max.

Ambos são esperados com um ecrã AMOLED de 6,7 polegadas, com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz. No topo das escolhas estará a variante de 12 GB de RAM LPDDR5 e armazenamento UFS 3.1 de 256 GB.

OnePlus Ace/OnePlus 10R com 150 W de carregamento

Um dos grandes atributos do OnePlus Ace ou OnePlus 10R estará na sua bateria. Terá uma bateria de 4500 mAh de capacidade com estonteantes 150 W de velocidade de carregamento. A marca promete que carregará de 0 a 100% em apenas 17 minutos.

oneplus

No segmento fotográfico, terá uma câmara principal de 50 MP, acompanhado por ultrawide de 8 MP e sensor macro de 2 MP. A câmara frontal embutida num punch-hole central será de 16 MP. O sensor de impressões digitais será embutido no ecrã, e não terá alert slider.

Nos próximos dias ficaremos a saber tudo sobre estes smartphones, que serão primeiramente apresentados na China e Índia. No entanto, será interessante perceber se a estratégia da marca passa por lançá-lo também na Europa.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.