OnePlus confirma tipologia do ecrã do OnePlus 7 Pro

Filipe Alves

O OnePlus 7 Pro será revelado de forma oficial pela marca já na próxima semana. No dia 14 de maio conheceremos os novos topo de gama da empresa chinesa. Pela primeira vez teremos dois topo de gama ligeiramente diferentes.

O OnePlus 7 será idêntico ao antecessor com especificações mais recentes. Já o modelo Pro será destinado àqueles que não se importam de pagar mais para ter algo diferente.

OnePlus 7 Pro

Depois de rumores e fugas de informação, eis que hoje temos a confirmação de design e algumas características do OnePlus 7 Pro. De acordo com um folheto enviado pela OnePlus ao TechRadar, o OnePlus 7 Pro contará mesmo com 3 câmaras traseiras.

O folheto confirma também a câmara Pop-up. Aliás, a folha confirma um ecrã sem notch. Assim sendo, a Pop-up é quase garantida. Mas não obstante, a marca asiática afirmou com alegria que o seu ecrã é de 90Hz.

O que nos dão os 90Hz do OnePlus 7 Pro

Em síntese, a experiência de visualização do ecrã será melhor com 90Hz. Os jogos serão mais fluídos e as transições mais naturais. Uma das simples formas de veres a diferença é veres um vídeo a 30fps e a 60fps. A imagem parece mais real e mais fluída.

No panfleto do OnePlus 7 Pro a marca escreveu:

"Ninguém nos pediu para fazer um ecrã com 90Hz. Não o fizemos porque tivemos reclamações por não o ter, ou porque a concorrência ia lançar um. A lógica sobre esta decisão é simples: Um ecrã de 90Hz sabe bem. Por isso demos-te um.

Chama-o suave. Ou fluído. Ou respsonsivo.

Nós só o chamamos melhor."

Tweet oneplus 7 pro

O OnePlus 7 Pro chegará ao mercado com o valor mínimo de 700€. Um valor puxado comparado com os antecessores da marca. Esperemos apenas que daqui a 6 meses não tenhamos o seu sucessor.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.