crédito: businesstimes

A Xiaomi é sem dúvida uma fabricante conhecida por todos nós. A marca está sediada no pais da grande muralha e é apelidada pelos mais queridos fãs de “Apple Chinesa”.

Todos os anos vemos um forrobodó de equipamentos e tecnologia lançada pela empresa. São mesmo muitos! Situação que quando o consumidor precisa de comprar um smartphone, e até opta por comprar um Xiaomi, a decisão de qual deve comprar não é fácil de tomar.

Sou apologista que as marcas devem renovar a sua gama de oferta de equipamentos com regularidade, mas não tanta !

   

Como já estamos em Março, é expectável que surja o sucessor do Xiaomi Mi5 em breve. O flagship de 2016 da Xiaomi foi lançado na Mobile World Congress16 e teve muito sucesso a nível de vendas.

Vê também: OnePlus marca um evento para o dia 15, o que virá aí?

Já aqui reportamos várias novidades acerca do Xiaomi Mi6. Terminal cujo lançamento está para breve. Tendo sido mesmo afirmado que iria ser apresentado no dia 16 de Abril.

Quanto a este novo topo de gama da Xiaomi, destacam-se duas versões. Uma normal e outra ao estilo de phablet, outra com corpo em cerâmica e equipado com duas câmaras traseiras. Quanto ao processador, tudo indica que será o novo Qualcomm Snapdragon 835, o mesmo que irá equipar o Samsung Galaxy S8 e S8 Plus.

Xiaomi Mi6

Alegadamente a Samsung segurou diante da Qualcomm o fornecimento exclusivo deste processador durante alguns meses. De forma a que o seu novo produto seja único no mercado dos equipamentos móveis.

Xiaomi obrigada a adiar a data de lançamento do Xiaomi Mi6 para Maio

Esta decisão levou com que algumas fabricantes mudassem a sua estratégia para o ano de 2017. Temos o caso da LG que decidiu lançar o LG G6, um equipamento premium com um processador já antigo, mas não menos capaz.

E é mesmo por causa desta decisão que hoje a Xiaomi vê-se agora obrigada a adiar a data de lançamento do Xiaomi Mi6 para Maio. A notícia foi dada na rede social Weibo.

Esta parceria de exclusividade entre a Qualcomm e a Samsung deverá tomar partido devido a uma melhor gestão de Stock, ou seja, a Samsung pretende vender muitos Galaxy S8 já daqui a uns meses.

Não percas: HomTom com descontos até 50% em todos os Smartphones
Esta rotura de stock não está só a atingir a Qualcomm. As fabricantes dos processadores Apple A10x, MediaTek Helio X30 e Samsung Exynos 8895 estão a ter problemas com a gestão e fornecimento dos mesmos.

É expectado que entrem em rotura de stock ainda no terceiro trimestre deste ano. Alegadamente, a Qualcomm não tem capacidade de produção para tanta procura do seu mais recente processador de gama alta, o Qualcomm Snapdragon 835. Isto leva a que a marca chinesa altere os seus planos.

Outros temas relevantes:

Apple iMac de 27″ 5K – Primeiro olhar e um rápido Setup Tour

Apple abre ao público novo teste beta para o iOS 10.3

Smartphones dobráveis da Samsung começarão a ser produzidos este ano