O smartphone Android que perdeu 91% do valor após 1 ano

Rui Bacelar
3 comentários

A Decluttr, empresa norte-americana dedicada à compra e venda de dispositivos móveis, dá agora a saber as conclusões do seu novo estudo, elegendo o OnePlus 5 como smartphone Android que pior reteve o valor ao fim de um ano no mercado.

A desagradável distinção é sustentada por vários fatores, mas não sendo este o único smartphone Android a perder grande parte do seu valor. Os motivos que levam a tal quebra, além dos fatores que fazem desvalorizar os smartphones são aqui abordados.

O OnePlus 5 perdeu 91% do seu valor em apenas 12 meses

smartphone Android OnePlus 5
O OnePlus 5 foi anunciado em junho de 2017 pela empresa chinesa.

Tal como um carro que começa a desvalorizar mal sai do concessionário, também os smartphones desvalorizam rapidamente, algumas marcas mais depressa que outras. A Decluttr sustenta as suas afirmações com o valor de revenda deste produto.

Para tal contribuíram os problemas no ecrã AMOLED com algumas unidades a apresentarem o então apelidado de "efeito gelatina". O OnePlus 5 foi apresentado na primeira metade de 2017 por Pete Lau e Carl Pei, sendo um produto bem acolhido na Europa.

No entanto, os problemas que afetaram este dispositivo, além do seu curto ciclo de vida - sendo substituído após 6 meses pelo OnePlus 5T - reduziram imenso o seu valor no mercado de segunda mão.

A Apple com os seus iPhone é a fabricante que menos desvaloriza

Desvalorização
Desvalorização média após 12 meses (azul-claro) e após 24 meses (azul-escuro). Crédito: Decluttr

Analisando os dados partilhados pela Decluttr, vemos que a Apple é a marca que melhor mantém o valor dos seus dispositivos móveis, o iPhone. Mais concretamente, a fabricante regista uma quebra de 15% no valor dos iPhone 12, sendo o melhor resultado na indústria mobile. Isto significa que os seus produtos são vendidos no mercado de 2.ª mão a preço mais alto.

Apple, Samsung, Google, OnePlus e Huawei, todas desvalorizam

Ainda assim, até os iPhone da Apple perdem 51% do seu valor durante o primeiro ano e até 67% no segundo ano. A desvalorização faz baixar o preço de venda em segunda mão dos respetivos dispositivos móveis.

Os smartphones Android da Samsung perdem até 67% do valor durante o primeiro ano e até 80% no segundo ano. Note-se que a empresa norte-americana usa os smartphones de gama comparável.

A desvalorização dos smartphones Huawei foi agravada pelas sanções impostas pelos Estados Unidos da América. A propósito, os seus dispositivos perdem cerca de 70% do valor no primeiro ano e 81% no ano subsequente.

A Apple mantém melhor o valor dos iPhone

Apple iPhone
Desvalorização relativa de vários smartphones Android e iOS. Crédito: Decluttr

A Apple mantém a reputação e valor privilegiado dos seus iPhone, sendo a fabricante que menos desvaloriza. Isto é verdade a 12 meses, bem como a 24 meses ou dois anos e para quem compra um telefone em segunda mão, é uma realidade a ter em conta.

O OnePlus 5 é um mau exemplo no hemisfério de smartphones Android, mas também existem bons exemplos. Veja-se, por exemplo, os Google Pixel XL que conservam uma boa parte do seu valor, apesar de os lugares cimeiros estarem reservados aos iPhone.

Por fim, pode-se apontar uma grande perda de valor a pautar os produtos das fabricantes chinesas. A OnePlus é o exemplo gritante, com a Huawei a seguir-lhe os passos, ainda que tal seja decorrente de fatores distintos.

A LG e Samsung, sendo fabricantes sul-coreana já se destacam um pouco, mas certo é que a Google e a Apple, sediadas nos Estados Unidos da América levam a melhor neste quesito.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.