O que esperar dos smartphones na próxima década! Este vídeo dá-te uma ideia

Filipe Alves
1 comentário

A Caviar é uma marca de capas de luxo para os smartphones. A empresa russa já deu que falar por nos oferecer capas de equipamentos que podem chegar as valores a rondar os 50 mil euros.

Porém, hoje a história é diferente. A empresa imaginou uma década de smartphones e, ainda que demasiado futuristas, temos de admitir que a tecnologia está a chegar onde nunca imaginamos que chegasse.

Como serão os smartphones do futuro

Assim sendo, neste vídeo temos a imaginação da marca para a próxima década de smartphones. Uma imaginação fértil que não posso dizer que concordo em todos os aspetos. Ainda assim, é plausível imaginar que algumas destas tecnologias podem muito bem tornar-se realidade.

2020: Dois ecrãs a cores no smartphone (já existem mas pouco habituais) 1 deles desconecta-se. Podes ainda adicionar ecrãs extra para aumentar o display do dispositivo.

2022: Baterias moldáveis. Podes transformar o smartphone em qualquer forma.

2025: Intelig|ência artifical poderá mudar a aparência do smartphone mediante determinadas situações

2027: A nanotecnologia dará a possibilidade de "sentir" o smartphone de forma única. A ergonomia do smartphone deixará transformar o smartphone como nunca.

2029: Não precisarás de carregar mais a bateria. O smartphone carregará com luz solar. (Bose lançou uns headphones com a tecnologia e que funcionam com luz artificial). Ecrã conseguirá reparar riscos e rachadelas sozinho.

O futuro é imprevisível

smartphones futuro

Pessoalmente não sei o que podemos esperar nos próximos 10 anos. Em 2009 os smartphones eram idêntico os aos de hoje mas com menor qualidade.

Contudo, o avanço tecnológico tem sido estonteante e acredito que a ideologia de "smartphone" mudará nos próximos 10 anos. Acredito mais em terminais idênticos ao Motorola Razr do que este tipo de tecnologia mostrada no vídeo. Porém, tenho de admitir que não me importava de ver algo assim ser revelado. Daqui a 10 anos cá estaremos para contar como foi.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.