Imagem protótipo do iPhone 8 com ecrã OLED

Está naquela altura do ano em que os iPhones começam a ganhar os headlines do nosso website. Depois das apresentações do Samsung Galaxy S8, LG G6 e amanhã da do Xiaomi Mi6, faltar-nos-ão duas grandes apresentações este ano, a da Apple e a da Google.

Quanto à Google ainda pouco se sabe, contudo, tenho de frisar o último conceito do Google Pixel 2 que fiquei inteiramente apaixonado, já relativamente aos novos iPhones, já há algumas informações a saltar à baila.

Temos a crença que a Apple fará algo diferente este ano. Acredita-se que a empresa de Cupertino nos mostrará três iPhones ao invés dos dois habituais.

   

Vê ainda: O “iPhone 8” não terá outra hipótese senão seguir a moda do Galaxy S8

Rumores indicam que teremos o iPhone 7S, iPhone 7S Plus e ainda um modelo que celebrará os 10 anos de iPhone, ao qual até ao momento lhe chamamos de iPhone 8.

O nome é ainda algo que ainda não me desceu na garganta. A Apple pode perfeitamente dar-nos um iPhone X, iPhone Edition ou ainda apenas um “iPhone” tal como fez com iPad. Seja qual for o nome, os vazamentos de informações prometem uma qualidade de características acima da média para a empresa americana.

Criticada por muitos como uma empresa que deixou de evoluir, o iPhone 8 poderá ser a resposta que todos esperam que a Apple dê ao revolucionário Samsung Galaxy S8.

O ecrã OLED do iPhone 8 pode ser motivo de atraso

Ao que tudo indica o novo iPhone contará com um ecrã OLED curvo, dual-câmara e ainda um design um pouco diferente, abandonando o botão Home por uma TouchBar e ainda diminuindo as extremidades do smartphone.

Mas tal tecnologia pode custar caro à empresa da maçã. De acordo com a Bloomberg, o próximo iPhone 8 terá o leitor de impressões digitais embutido no ecrã, uma tecnologia que a Samsung não conseguiu implementar, mas esta tecnologia parece ser mais complexa do que se espera e assim sendo o iPhone de aniversário poderá chegar às prateleiras mais tarde do que os outros dois.

Até ao momento temos visto os iPhones nas lojas poucas semanas depois da apresentação. Tirando a falta de stock para o iPhone 7 Plus nunca se sentiu problemas em comprar produtos Apple depois de serem apresentados. (cof cof, Apple Watch também)

Certamente estarão prontos para venderem como cupcakes quentes antes do Natal visto que é a época do ano onde a empresa de Cupertino mais fatura. Ficaremos definitivamente atentos ao desenvolvimento dos próximos iPhones, por isso fica ligado.

Outros assuntos relevantes:

Instagram Stories já é mais utilizado que o próprio Snapchat

iOS vs Android : O delicado equilíbrio de forças segundo a Kantar

Apple iPhone 8 : Esquema do próximo iPhone mostra-nos um design familiar

FonteBloomberg
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.