As câmaras duplas no smartphones já não são propriamente uma novidade. A tecnologia foi inicialmente apresentada pelo Honor 6Plus, mas foi-se espalhando ao longo do tempo para outros smartphones como o HTC One M8, Huawei P9, LG G5 e mesmo o iPhone 7 Plus.

O que estas duas câmaras fazem vai sempre depender do que a marca acredita que é o melhor para o utilizador. A Huawei, tal como a Apple, decidiu dar um blur de fundo, a LG saltou para a Wide-Angle e a HTC deu-nos menos pixels mas com melhores possibilidades noturnas.

   

Vê ainda: Android Nougat para o Moto G4 Plus está quase aí!

A ZTE tentará um caminho diferente com o seu próximo ZTE Blade V8. O smartphone, que será apresentado na CES a 5 de janeiro, mostra-nos uma câmara dupla na sua traseira, contudo, a tecnologia envolvida é um pouco diferente.

De acordo com as informações até ao momento, o ZTE Blade V8 dará ao utilizador a possibilidade, para além de efeito de bokeh (igual ao P9), de tirar também fotografias em 3D que poderão mais tarde ser visualizadas em óculos de Realidade Virtual. Até que ponto é vantajoso? Diz-me tu.

O smartphone será um gama-média, por isso o seu valor será certamente interessante. O ZTE Blade V8 contará com o processador Qualcomm Snapdragon 435, 3GB de RAM e 32GB de memória interna.

As fotografias mostram ainda um smartphone com um design elegante e em metal com um ecrã de 5.2″ polegadas FHD, mas ao que aparenta, nada de leitor de impressões digitais.

Ficaremos atentos ao desenvolvimento destas informações, espera-se que o telefone chegue à Espanha de forma oficial, por isso é também possível que bata no mercado Português.

Talvez queiras ver:

Renders do Surface Phone aparecem na China

Fim dos Betas aproxima-se e com ele traz o Nougat aos Galaxy S7

Sony Xperia XZ (2017): a primeira foto do próximo Sony

Fontehi-tech.mail.ru
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.