Novo tablet da Google e Huawei deverá contar com processador Snapdragon 820 e resolução QHD

Carlos Oliveira
Huawei Mediapad T1
Huawei Mediapad T1

A cerca de um mês de distância da suposta apresentação dos novos Google Pixel e Google Pixel XL, surgiu o rumor de que a Google poderá regressar ao mercado dos tablets ainda este ano. Desta feita, o seu parceiro para esta nova incursão parece ser a Huawei, cumprindo assim o regresso da marca Chinesa aos equipamentos Nexus em 2016.

Vê também: [Sondagem] Para que usas o teu tablet?

Estes rumores inicias foram proferidos pelo conceituado @evleaks, portanto é natural assumir desde já que de facto a Google venha a apresentar um novo tablet de 7 polegadas. Na altura muito poucos pormenores técnicos em torno deste novo tablet foram divulgados, ficando-nos apenas pelo seu ecrã de 7 polegadas e os seus 4GB de RAM.

Felizmente hoje somos presenteados por um novo rumor relativo ao novo tablet da Google e da Huawei, onde ficamos a saber mais especificações do mesmo. A fonte destas informações é Chinesa e clama que este tablet virá com um ecrã de resolução Quad-HD, processador Snapdragon 820, 4GB de RAM, 64GB de memória interna e ainda uma câmara traseira de 13MP.

Sendo este um equipamento a ser alegadamente apresentado até ao final de 2016, este conjunto de especificações tem o seu sentido, porém avisamos-te sempre para deitares a tua porção de sal nestes rumores até que os mesmos se confirmem.

Muitos outros pormenores estão ainda por ser conhecidos, mas o que se fala desde já é a sua designação. Tudo leva a crer que a Google irá abandonar a designação Nexus nos seus smartphones este ano, portanto também este novo dispositivo poderá vir a ser apelidado de Pixel. Depois há ainda o facto de a própria Huawei ter já no passado registado a marca Huawei 7P, dando já um pequeno indicador para a nomenclatura deste novo tablet.

Talvez querias ver:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.