Novo smartphone dobrável da Samsung será totalmente diferente do Galaxy Fold

Filipe Alves
Comentar

A Samsung registou uma patente de um novo smartphone dobrável que nos dá uma visão daquilo que esperar no futuro. Com o lançamento do Samsung Galaxy Fold, o primeiro telemóvel dobrável da marca, a Samsung prometeu que trará mais e melhores no futuro.

Este novo modelo, que está a ser chamado de "Z", deverá ser um deles. Um smartphone que dobrará em 3 e ficará do tamanho de um pequeno tablet.

Smartphone dobrável Samsung

Mais um smartphone dobrável da Samsung que se transformará num pequeno tablet

Mais uma vez a Samsung não pensa em aproveitar o "dobrável" para reduzir o tamanho dos seus smartphones. Em vez disso, teremos mais um equipamento do tamanho de um smartphone que ficará um tablet quando aberto.

As patentes mostram que o smartphone dobrará em 3 e em formato "Z". Daí a sua alcunha.

Onde estão as câmaras? Tecnologia que ainda não conhecemos?

Como podes ver nas imagens, esta patente não mostra qualquer câmara. Nem frontal nem traseira. Ainda que seja apenas um "desenho", os fabricantes registam sempre a patente do smartphone em si. Ou seja, se ele tem câmaras, as câmaras estarão nesse desenho.

Smartphone dobrável Samsung

Assim sendo, das duas uma. Ou este novo smartphone não terá câmaras (o que duvido), ou tem implementada uma tecnologia que ainda não temos no mercado.

A Vivo, OPPO, Samsung e LG já estão a trabalhar em câmaras "dentro do ecrã" e não visíveis a olho nu. Esta é uma das tecnologias que vai acabar com as notches, pop-up's e slides. Certamente é isso que "não estamos a ver aqui". Câmaras que ficam integradas dentro do smartphone.

Ainda é cedo para ter certezas de como será o smartphone. As patentes não garantem nada. Ainda assim, temos a ideia que a Samsung está a gastar tempo e dinheiro no desenvolvimento de um smartphone com estas características das imagens.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.