Novo Motorola Moto G4 emerge na internet e já recebe críticas de design

Filipe Alves

Moto G4 leak

A Motorola tem vindo a perder a o nome que a Google lhe conseguiu reatar. A empresa Americana que foi comprada pela Google depois de ter declarado desastre de vendas, voltou ao jogo com o primeiro Moto X e Moto G.

Vê ainda: Moto G4 Plus pode substituir coluna inferior por sensor biométrico

A Google conseguiu com um UI "à lá Nexus" trazer a mítica Motorola para o jogo e o Motorola Moto G foi mesmo um dos mais vendidos da empresa Americana no Brasil.

Depois disso, a segunda geração foi apresentada e embora o Moto X e Moto G não tenham sido tão bem aceites quanto os primeiros modelos, foram relevantes o suficiente para serem bem recomendados pelos técnicos da area. Já os 3Gen deixaram a desejar, a Lenovo que comprou a Motorola à gigante Americana não conseguiu continuar o bom sucesso que tinha anteriormente.

Moto X 4GNews (1)
Moto X 1Gen

Hoje temos o rumor de um alegado Moto G4, a quarta geração do terminal de gama-média da Motorola e as críticas já começaram mesmo antes de ser apresentado oficialmente.

Uma das coisas que vemos é a troca da coluna fontal por um leitor de impressões digitais quadrado e na parte traseira o alinhamento da câmara com um flash e o que parece ser um laser autofocus. O próprio "M" parece menos saliente e menos atrativo, algo que os fãs da Motorola não gostam.

O Motorola Moto X 2Gen foi um dos smartphones que me conquistou e que só por azar é que não o comprei para telefone diário, mas nos dias de hoje já olho para a Motorola desconfiado, sinto que Lenovo está aos poucos a tentar apagar uma marca e um design capaz de fazer sucesso. Mas lá está, esta imagem pode perfeitamente ser apenas um protótipo e tudo poderá mudar no futuro, por isso fica atento.

Talvez queiras ver:

Obrigado pela dica Nuno

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.