Novo Intel i9-11900K é um monstro! Processador rouba coroa do gaming à AMD

Abílio Rodrigues
1 comentário

A Intel aproveitou o primeiro dia da CES 2021 para levantar o véu sobre a sua 11ª geração de processadores, que terá a designação de Rocket Lake-S. A companhia partilhou alguns dados de benchmarks do topo de gama i9-11900K e parece que este voltará a dominar as ofertas para computadores dedicados aos videojogos.

A Intel abandonará com os Rocket Lake-S as sucessivas iterações à arquitetura Skylake e isso começa já a refletir-se nos resultados incríveis do i9-11900K. Apesar de oferecer "apenas" 8 núcleos consegue bater-se de igual para igual com o poderoso Ryzen 5900X da AMD, que tem a vantagem de incluir 12 núcleos de processamento.

Intel i9-11900K é o novo Rei do gaming

Mais ainda, o novo processador da Intel consegue superiorizar-se à concorrência mesmo que seja por uma margem reduzida. É no entanto o suficiente para devolver a coroa do gaming à Intel, algo que a marca procurava desesperadamente à luz da sua crise de resultados.

Convém no entanto destacar que estes resultados têm origem em testes levados a cabo pela própria Intel, faltando verificar como se comporta o Core i9-11900K noutros cenários de benchmark independentes.

Apesar disso parece não haver grande motivo para desconfiar da Intel, já que o desempenho em videojogos depende muito das velocidades de relógio do CPU. No caso concreto do i9-11900K estas podem atingir os 5.3GHz, velocidade extrema especialmente para um processador destinado ao mercado mainstream.

Os jogos testados pela Intel foram Three Kingdoms, Gears of War 5, Metro Exodus, Cyberpunk 2077, Watchdogs: Legion, Farcry: New Dawn e Assassin's Creed Valhalla. Todos os títulos foram testados com as definições gráficas a 1080p, de forma a remover o mais possível da equação a placa gráfica.

Intel tenta apanhar a AMD

Em comparação com o seu predecessor (Intel Core i9-10900k) esta nova oferta promete um desempenho cerca de 7% superior aquele que era considerado um dos melhores processadores para gaming do mercado.

Os CPU Rocket Lake-S prometem e podem dar início a uma recuperação da Intel face à AMD, que domina este nicho de mercado com os seus processadores Ryzen e não mostra sinais de abrandamento na inovação.

Os videojogos são parte importante do mercado de PCs e talvez o principal motivo que leva os utilizadores a atualizar os seus processadores. Outras tarefas mais básicas não requerem muita potência, por isso é legítimo afirmar que o gaming empurra esta indústria para a frente.

Apenas ficaremos a conhecer o verdadeiro potencial do Intel Core i9-11900K e restantes CPU Rocket Lake-S quando estes chegarem às prateleiras, algo que se prevê para o mês de março de 2021.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.