Novo concept do iPhone 7 mostra-nos um ecrã a cobrir toda a parte frontal

Carlos Oliveira

iPhone-7-render-with-iOS-101

Há poucas semanas atrás surgiram informações a darem conta de uma nova patente, proveniente da Apple, que nos proporcionaria um ecrã curvo e flexível. Essas mesmas informações equacionavam ainda a possibilidade deste tipo de design ser já utilizado para o próximo iPhone 7.

Depois de tal, apareceram já bastantes entusiastas a mostrarem ao mundo a sua ideia para o próximo smartphone da maça. Hoje venho-te mostrar mais um destes casos, no qual vemos um ecrã a cobrir por completo a parte frontal do equipamento e ainda um possível iOS 10.

Este novo concept foi desenvolvido por Marek Weidlich e como podes ver pela imagem cima, mostra-nos um conceito de equipamento bastante interessante. É perfeitamente notável um ecrã de ponta a ponta e que lhe oferece uma aparência muito elegante.

O mesmo ecrã é ainda curvo nas extremidades, mas que consegue ainda encontrar espaço para o auscultador frontal e os habituais botões físicos laterais. Já a parte traseira do equipamento seria ainda mais ergonómica e com um material que permitia aumentar a sua aderência à nossa mão.

iPhone-7-design-with-iOS-10-c

O mesmo designer não se ficou por aqui e presenteou-nos ainda com a sua conceção do próximo iOS 10. Pela imagem imagem libertada facilmente nos identificamos com o sistema operativo utilizado no Apple Watch. Weidlich parece acreditar que a Apple transportará a disposição em nuvem dos seus icons para a próxima versão do sistema operativo utilizado nos iPhone´s.

Já vimos muita coisa em torno da aparência do próximo iPhone 7, mas esta parece ser a mais concretizável. Apesar do meu fascínio por este concept, tenho de referir o quão um equipamento deste género estaria vulnerável numa eventual queda ou toque mais brusco.

Talvez queiras ver:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.