Nova tecnologia promete revolucionar a autenticação biométrica dos smartphones

Carlos Oliveira
Comentar

Existem várias formas de autenticação biométrica, mas as mais populares nos smartphones são o reconhecimento facial e as impressões digitais. Mas e se a tua pele também pudesse ser usada para desbloquear o equipamento?

É isso que a nova invenção empresa alemã trinamiX promete. Esta desenvolveu uma tecnologia chamada Beam Profile Analysis que promete usar a pele como fator diferenciador entre pessoas.

São necessários apenas dois sensores para o seu funcionamento

A tecnologia Beam Profile Analysis necessita apenas de uma câmara e um laser para funcionar. As informações obtidas por estes componentes serão, posteriormente, analisadas através de um algoritmo próprio que a trinamiX desenvolveu.

A forma como a luz emitida é refletida será suficiente para diferenciar diferentes superfícies e objetos. Segundo a empresa, a pele humana reflete de igual forma, independentemente da sua cor.

É adiantado que esta tecnologia consegue reconhecer 100 diferentes tipos de materiais. Madeira ou plástico são apenas alguns dos exemplos, o que significa que esta tecnologia poderá ser aplicada em muito mais do que smartphones.

Reconhecimento facial poderá melhorar muito graças a esta inovação

A empresa alemã reforça que a sua tecnologia poderá ser usada em conjunto com os atuais sistemas de reconhecimento facial. Ao adicionar o fator da pele do utilizador, a trinamiX acredita que esta forma de autenticação ficará ainda mais fiável.

Ademais, o Beam Profile Analysis funcionará tanto em condições de muita luminosidade ou quando ela escasseia. Significa que não terás de preocupar-te com a luz no teu redor quando quiseres desbloquear o smartphone.

Qualcomm está a ajudar na implementação desta tecnologia

A adição da empresa americana a este projeto mostra o potencial que o mesmo poderá ter. A trinamiX e a Qualcomm uniram forças para que a invenção da primeira possa ser implementada, em breve, em novos smartphones.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.