Na nova loja do Pingo Doce não há "dinheiro"! Apenas uma App para fazer compras!

Filipe Alves
2 comentários

A nova loja do Pingo Doce em Carcavelos abriu e promete ser a primeira de muitas. A loja quase não tem funcionários e o cliente apenas precisa de uma aplicação para fazer lá as suas compras.

Ao entrar na loja só precisas de mostrar o QRCode no torniquete e automaticamente abrirá um cesto virtual onde poderás colocar todos os produtos que queres comprar.

Pingo Doce

Uma loja onde o dinheiro não é aceite

O processo de compra é todo virtual. Podes fazer o checkout das tuas compras através da aplicação ou então através de máquinas de "self-checkout" que só aceitam cartões de multibanco.

De acordo com o Observador, a compra é feita quando o produto é retirado da prateleira e o smartphone (que precisa de ter NFC) é encostado ao produto.

Loja Pingo Doce sem funcionários
Crédito da Imagem: Observador

Para já só os smartphones Android têm essa possibilidade. Os iPhones contam com NFC, contudo, apenas para o Apple Pay e parceiros específicos. Assim sendo, o grupo Jerónimo Martins está a disponibilizar pequenos tags NFC que se conectam ao iPhone de forma a ter uma experiência idêntica ao smartphone Android.

O futuro dos super mercados do Pingo Doce

Não há questões que este pode ser um dos futuros dos super mercados do Pingo Doce. A primeira loja tem ganho atração pela sua irreverência. Contudo, também nos deixa a questionar até que ponto é que isto é bom para a sociedade. Até porque a loja não precisa de tantos funcionários para estar em funcionamento.

Apenas 20 pessoas trabalharão nesta loja

Por incrível que pareça apenas 20 pessoas trabalharão na loja. Estas estarão dedicadas nas áreas de comida take-away e na padaria. Alguns dos funcionários estarão também prontos para auxiliar os clientes em possíveis dúvidas no funcionamento da loja.

Esta nova loja leva-nos a pensar o quão a tecnologia tem evoluído. Porém, também nos deixa a pensar que os super mercados são das empresas que contribuem significativamente para os empregos em Portugal. Só o futuro dirá se uma loja destas terá ou não sucesso.

Editores 4gnews recomendam:

2 comentários
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.