google_android_wear_screenshot

Todos nós estamos atentos a todas as novidades no ramo dos wearables, nomeadamente aos smartwatches, os quais, temos que admitir, ainda não estão “no ponto”, nem no sentido monetário nem no sentido funcional. O lançamento, que na minha opinião foi muito empatado pela Apple, do Apple Watch veio de certa forma aumentar a pressão sobre a Google, empresa que desenvolve o Android Wear, pois os smartwatches com este sistema operativo não tem vendido assim tão bem e o Watch, por ser desenvolvido pela Apple, vai de certeza fazer com que a Apple comece a ganhar terreno pois a legião de fanáticos da Apple, (e por isto eu quero dizer todo aquele “grupinho” que acha que o que é da Apple é a melhor coisa de sempre), vai comprar o Watch, apesar dos preços ridiculamente absurdos, ajudando a Apple não só nas vendas mas também no lucro que no caso do Watch deve ser “algum”.

A Google para conquistar novos utilizadores e reconquistar aqueles que “partiram para outra” está constantemente a desenvolver o Andorid Wear e a lançar novas atualizações que irão melhorar o sistema trazendo mais funcionalidades, melhorando as previsões daquilo que precisamos ser nos mostrado no pulso e tornando-o mais user-friendly com o objetivo de vender mais smartwatches Android.

   

Desta vez, a nova atualização ao Android Wear vai trazer funcionalidade Wi-Fi e algumas mudanças na interface. Sobre a funcionalidade Wi-Fi, é agora possível aos smartwatches, que têm precisamente Wi-Fi, tomar partido desta. Posto isto, o utilizador pode agora deixar o smartphone em casa e desde que ambos, smartphone e smartwatch, estejam ligados à Wi-Fi este vai continuar a receber notificações no seu pulso. Outras funcionalidades “desbloqueadas” com a nova atualização foi o suporte para músicas offline, se o smartwatch tiver memória suficiente, o GPS e a possibilidade de, a partir do smartwatch, ouvir música com uns earphones ligados por Wi-Fi.

Na parte da interface, as mudanças simplificam o acesso ao menu das aplicações e à lista de contatos, os quais são agora acessíveis com um toque no ecrã e com um deslizar do dedo para o lado. As aplicações, com esta nova atualização, ganham a “habilidade” de se manterem sempre ligadas ao contrário do que acontecia antes, que desapareciam quando o smartwatch voltava para repouso, agora as aplicações continuam ativas até quando o utilizador quiser. Para melhorar a comunicação, e a trazer umas ideias do Apple Watch, está o novo reconhecimento de emojis, basta desenhar o emoji pretendido no ecrã com o dedo e este será convertido para símbolo que depois pode ser enviado. Também será possível, com o movimento do pulso, passar pelas notificações se estiver com a mãos ocupadas.

Todas estas mudanças têm como objetivo melhorar a experiência no smartwatch, tornar o Android Wear mais competitivo e consequentemente trazer mais utilizadores para o mundo dos wearables Android. A nova atualização vai chegar a todos os smartwatches, dentro de semanas, começando com o LG Urbane.

Talvez queiras ver:

Diz o que tens em mente nos comentários abaixo. E que tal ajudares um projeto Português? Sabe mais

Queres ser nosso amigo? Segue-nos nos meios de comunicação.

Membro do 4GNews há já 1 ano e estudante no 12º ano. Se bem me lembro , comecei a interessar-me por smartphones e outras coisas desde o momento que consegui perceber do que realmente se tratavam! Tive imensa sorte e encontrei este site, mandei um email e aqui estou a escrever para a 4GNews – um site originalmente PORTUGUÊS.