Nothing Phone (1) pode desiludir os utilizadores mais apressados

Rui Bacelar
Comentar

O smartphone Nothing Phone (1) pode ser um dos milagres tecnológicos de 2022. A custar aproximadamente 500 euros, este telemóvel Android não desiludirá na velocidade de desempenho e fluidez com o SoC Snapdragon 778G da Qualcomm, ou com o seu ecrã AMOLED com alta taxa de atualização até 120 Hz.

Porém, para os utilizadores que procurem a maior velocidade de carregamento da bateria, temos notícias tépidas. Ainda que tal fosse previsível uma vez que este smartphone não é um dispositivo de gama alta, mas sim de gama média, a carga rápida é um autêntico luxo a que já nos habituamos.

Nothing Phone (1) chegará com carga rápida a 33 W

Interesting. Nothing Phone (1) (model number A063) TÜV SÜD listing suggests 33W fast charging support (11Vdc, 3A). The power supply unit, however, supports 45W (Max).#Nothing #NothingPhone1 pic.twitter.com/ZyYSlzZ13Z

— Mukul Sharma (@stufflistings) 7 de julho de 2022

Em primeiro lugar importa frisar que o conceito de "carga rápida" é aplicado de forma muito benévola. Isto é, vemos as fabricantes a apelidar de carregamento rápido praticamente qualquer potência de carga acima de 20 W, ou até menos no caso da Apple.

Todavia, temos atualmente no mercado alguns smartphones com carga rápida a 150 W, com outros padrões mais velozes já em desenvolvimento. Dito isto, entre uma carga a 33 W de potência e uma carga a 150 W a velocidade de carga será, compreensivelmente, muito distinta.

So yes, contrary to what many claimed, the Nothing Phone (1) will feature an under-display fingerprint scanner.(Source: Nothing TikTok handle)#Nothing #NothingPhone1 pic.twitter.com/Wd1Xupt0Ch

— Mukul Sharma (@stufflistings) 6 de julho de 2022

Não obstante, para esta equação importa também aferir a capacidade da bateria (o depósito) que temos de carregar. Assim, no caso do Nothing Phone (1) contamos com uma bateria de 4 500 mAh de capacidade. Ora, com os 33 W de potência, e pico máximo de 45 W é possível que a sua bateria seja carregada totalmente em cerca de uma hora.

50% de carga em 30 minutos para uma bateria de 5 000 no Nothing Phone (1)

I have been dogfooding the Phone(1) for over a month and couldn't be more impressed - the glyph interface brings back joy and the software release cycle has been amazing 🦾 @nothing ❤️📱🐩❤️ https://t.co/0XlS7Ksr7r pic.twitter.com/VoBoqtZAQH

— Tom Hulme (@thulme) 22 de junho de 2022

Importa ainda notar que este smartphone Android terá carregamento sem-fios e isto é um trunfo que só encontramos nos smartphones de gama alta. Ou seja, só nos smartphones a custar 700 €, ou mais, em pleno 2022. Desse modo, destacamos como francamente positiva a inclusão desta modalidade de carregamento, possivelmente a 10 W.

Mais ainda, como podemos ver pelo vídeo partilhado através do Twitter pela própria Nothing, temos também carregamento sem-fios reverso, possivelmente a 5 W de potência. Tal será útil, sobretudo, para carregar outros dispositivos móveis e wearables.

Em suma, para um smartphone a custar entre 470 até 550 euros, temos aqui um leque de caraterísticas muito equilibradas. Agora, resta-nos aguardar pela sua apresentação oficial a 12 de julho de 2022.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com