Nothing Phone (1): Carl Pei revela quando chega o Android 13

Bruno Coelho
Comentar

A versão final do Android 13 já chegou aos primeiros smartphones, os Pixel com suporte para tal. Como é habitual, equipamentos de outras marcas receberão a atualização posteriormente, como é o caso do Nothing Phone (1).

O smartphone que chegou em julho ao mercado terá direito a três anos de grandes atualizações, sendo que o Android 13 será a primeira destas. Mas terás de esperar até ao início de 2023 pela versão final.

Nothing Phone (1) recebe versão final do Android 13 no início de 2023

Segundo o fundador da Nothing, está a ser preparado um programa Beta para o Phone (1). O cenário avançado pelo executivo é de que a versão beta do Android 13 chegará ao smartphone antes do final do ano.

While we are working around the clock, we won't rush on updates at the expense of user experience. This also applies to Nothing OS based on Android 13 where we aim to ship a beta version by the end of the year, with a full release in early 2023.

— Carl Pei (@getpeid) 24 de agosto de 2022

Já quanto à versão final do Android 13, os utilizadores terão de esperar pela mesma até ao primeiro trimestre de 2023. Uma cronologia que acaba por ficar aquém do que alguns utilizadores poderiam estar à espera.

A justificação de Carl Pei é que apressar as coisas poderá significar oferecer uma má experiência aos utilizadores para ser um dos primeiros. Aconteceu com o executivo na OnePlus, e não quererá repetir esses problemas.

nothing phone

Queremos, no entanto, acreditar que a Nothing atira esta cronologia de lançamento da Nothing OS com base no Android 13 para o pior dos cenários. Tendo em conta que é uma interface bem perto do Android puro, podemos ter esperança de que chegará mais cedo do que o previsto.

Na mesma publicação, o executivo ressalva as três atualizações de sistema que o terminal já recebeu desde o lançamento. Estes primaram por melhorias na qualidade das câmaras, bateria e novas funcionalidades.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.