Nothing ear (1): Carl Pei confirma autonomia incrível para os earbuds TWS

Rui Bacelar
Comentar

A nova empresa de Carl Pei, co-fundador da OnePlus, prepara-se para apresentar o seu primeiro produto a 27 de julho, próxima terça-feira. Aí ficaremos a conhecer os auriculares True Wireless (TWS) apelidados de Nothing ear (1) dos quais temos novas informações divulgadas por fonte oficial.

Esta jovem empresa tem feito várias manchetes e despertado o interesse de vários investidores e famosos do mundo da tecnologia. A sua apresentação está para breve, entretanto, Carl Pei revelou novos detalhes do produto em entrevista à publicação CNET.

Os auriculares Nothing ear (1) chegam a 27 de julho

Nothing ear (1)
Alegada caixa de carga e transporte dos auriculares Nothing ear (1).

Sabemos, por exemplo, que os auriculares True Wireless chegarão às mãos dos consumidores numa caixa de carregamento e transporte transparente. A mesma pode ser vista acima, numa das primeiras imagens que se acredita retratar este componente.

De igual modo, sabemos também que esta caixa semi-transparente incorporará uma bateria de 570 mAh. Contará também com o suporte para carregamento rápido via cabo USB do Tipo C, além de carregamento sem-fios de potência ainda indefinida.

O destaque vai para a autonomia de bateria destes auriculares Bluetooth. De acordo com as métricas fornecidas por Carl Pei, a autonomia pode chegar às 24 horas de reprodução de música com o cancelamento ativo do ruído ativo (ANC).

Até 24 horas de autonomia com o ANC ativo

Nothing ear (1)
Alegada caixa de carga e transporte dos auriculares Nothing ear (1).

As métricas são deveras impressionantes, mesmo com o cancelamento ativo do ruído ativo. No entanto, ao desativar esta opção (ANC), a autonomia aumentará até 36 horas. Novamente, são métricas dignas de nota e virtualmente inauditas no mercado.

Mais ainda, de acordo com Carl Pei, com uma carga de 10 minutos os auriculares Nothing ear (1) terão energia suficiente para 6 a 8 horas de reprodução de música.

O CEO da Nothing referiu ainda que tanto a caixa de transporte como os próprios auriculares terão diversos elementos transparentes, algo que terá levantado sérias dificuldades de produção. Ainda assim, Pei terá insistido na prossecução deste design transparente.

A caixa e os auriculares terão diversos elementos transparentes

Nothing ear (1)
Alegada caixa de carga e transporte dos auriculares Nothing ear (1).

Note-se que tanto os auriculares como a respetiva caixa são compostos por diversos elementos. Desde os drivers, membranas, bateria, módulos e chips Bluetooth, além dos microfones, são vários componentes que poderiam ser expostos. Ora, isto obrigou a um esforço extra para tornar o interior destes produtos mais agradável ao olhar e, desse modo, resultar num produto elegante.

Carl Pei aproveitou ainda para justificar o porquê do seu primeiro produto serem uns auriculares True Wireless (TWS), prendendo-se esta com o crescimento deste mercado. Perante estes indicadores, Carl Pei resolveu apostar neste tipo de produto cobiçado.

Por outro lado, a aposta num design transparente prende-se sobretudo com o impacto visual. Perante um mercado pejado de alternativas da Samsung, Apple, Xiaomi, Huawei, OPPO, OnePlus e várias outras fabricantes, a transparência foi a estratégia escolhida por Carl Pei.

Nothing ear (1)
Cartaz confirmando a data de apresentação para os auriculares Nothing ear (1).

Os Nothing ear (1) serão assim o primeiro produto da Nothing, empresa liderada por Carl Pei. A efeméride está marcada para o próximo dia 27 de julho, sem que até ao momento sejam conhecidos detalhes sobre o preço de venda ao público deste produto.

Por fim, a sua chegada ao mercado estará agendada para o final de 2021, provavelmente a tempo da quadra natalícia. As confirmações foram feitas recentemente pelo executivo à publicação CNET.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.