Nothing é a nova empresa de Carl Pei, co-fundador da OnePlus

Rui Bacelar
1 comentário

A 17 de outubro de 2020 Carl Pei deixaria a empresa que ajudou a fundar com Pete Lau em dezembro de 2013. Agora, após meses de antecipação, o co-fundador da OnePlus revela oficialmente a sua nova empresa peculiarmente batizada da nada, ou "Nothing".

A empresa assume-se como uma entidade sediada em Londres, dedicada à tecnologia de consumo, com os seus primeiros dispositivos inteligentes a chegar ao mercado durante o primeiro semestre de 2021. A Nothing foca-se nos gadgets para consumo.

A Nothing é a nova empresa de Carl Pei

Nothing Carl Pei
O logótipo oficial da nova empresa, Nothing.

A tecnologia para consumo é o core da nova empresa com nome peculiar. Nas suas fileiras, como investidores, conta com nomes sonantes como o pai do iPod, Tony Fadell, o co-fundador da Twitch, Kevin Lin, bem como o CEO do Reddit, Steve Huffman, além do youtuber Casey Neistat. Os primeiros produtos da Nothing devem chegar ao mercado na primeira metade do ano.

A missão a empresa é derrubar as barreiras entre as pessoas e a tecnologia. Querendo construir um futuro verdadeiramente digital, em que a tecnologia seja fácil de usar, entender e se desdobre em mais aplicações para melhorar o quotidiano.

O fundador e CEO da Nothing, Carl Pei deu a saber, através de comunicado à imprensa que acredita na beleza da melhor tecnologia, que pode e deve ser fácil de usar, natural e intuitiva para o utilizador.

"Quando esta (tecnologia) está suficientemente desenvolvida e avançada, deve passar para segundo plano, para que nem nos apercebamos que lá está, simplesmente funciona sem darmos por isso".

A tecnologia deve desvanecer para segundo plano e não perturbar nada

We rethought everything and came up with #Nothing. pic.twitter.com/VSz905Kgug

— Nothing (@nothingtech) 27 de janeiro de 2021

De momento não sabemos exatamente os produtos que a Nothing está a desenvolver. Contudo, de acordo com uma entrevista cedida por Carl Pei ao The Verge, o CEO frisou apenas os smart devices, dispositivos inteligentes para consumo.

Pei recusou dizer quais seriam as suas principais rivais no mercado. Por outro lado, confirmou que a Nothing pretende lançar vários produtos para diferentes categorias, com o objetivo de criar um ecossistema de gadgets inteligentes e interligados.

Ainda de acordo com o CEO, a principal fonte de receitas para a Nothing será a venda de produtos para o grande público. Sobretudo dispositivos e gadgets inteligentes e não propriamente através de serviços de subscrição.

A Nothing é uma empresa independente, detida pelos fundadores e investidores

Nothing

Note-se que previamente foi sugerido que a empresa de Carl Pei se focasse no ramo do áudio. Soluções para música que pudessem tirar proveito deste mercado. Quando questionado sobre a possibilidade de desenvolver e comercializar auriculares e auscultadores, a resposta de Pei foi ambiciosa "(..) muito mais que isso.", comentou ao The Verge.

"Atualmente a equipa está a ser montada, portanto, queremos focar-nos em categorias mais simples", frisou Pei. "(...), mas à medida que a equipa for ganhando capacidades e competências queremos expandir-nos. O objetivo último é ter tudo conectado de uma forma simples, intuitiva e integrada, algo que só poderá acontecer quando tivermos várias categoria de produtos conectados.

"Imagino um tipo de cenário que começa com um campo verdejante em que as pessoas estão a fazer um picnic e não há um ecrã, não há um computador portátil, não há uma tela de smartwatch, não há grandes cartazes. Esse é o cenário ideal." afirma Pei.

Por fim, Pei afirma que a sua empresa se diferenciará ao usar componentes criados por si, ou desenvolvidos especificamente para dar resposta às suas necessidades. Para o CEO, este será o traço distintivo da sua empresa e respetivos produtos para consumo.

Os primeiros produtos da Nothing devem chegar ao mercado durante o primeiro semestre de 2021.

Podem aceder ao website da Nothing, mas relativamente a produtos, nada.

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.