NOS lança 5G na Região Autónoma da Madeira

Bruno Coelho
Comentar

No final do mês de novembro, a NOS antecipou-se à Vodafone e MEO e tornou-se na primeira operadora a disponibilizar a rede móvel 5G em Portugal. Agora iniciou a cobertura progressiva da Região Autónoma da Madeira.

Segundo a operadora, nos próximos meses vai expandir a cobertura da sua rede na Região. Assim os madeirenses podem tirar “partido das características únicas do 5G, beneficiando de uma nova experiência de utilização”.

Quem pode usufruir do 5G da NOS na Madeira?

”Os primeiros clientes que possuem terminais 5G e um tarifário com dados igual ou superior a 10 GB poderão experimentar até 31 de março”, afirma a operadora. Esta experiência pode ser feita sem qualquer custo adicional, e sem qualquer necessidade de ativação.

O CEO da NOS, Miguel Almeida, afirma ser “com muita satisfação” que arranca a disponibilização do 5G na Região Autónoma da Madeira. O executivo refere que esta “é um pilar central na transformação digital da sociedade portuguesa, contribuindo para um reforço da competitividade da economia”.

A NOS pretende assim materializar a sua “ambição de liderança”, e também o compromisso com as famílias e empresas da Madeira. A missão da empresa passa por expandir todo o potencial do 5G.

O que traz o 5G da NOS?

“Para os clientes particulares, o 5G significa maior qualidade e velocidade nas ligações, no consumo e partilha de conteúdos multimédia e no acesso a experiências imersivas”, refere a operadora. Caso não saibas, a App NOS disponibiliza um conjunto de experiências de Cloud Gaming, Realidade Virtual e Realidade Aumentada.

Quanto às empresas, afigura-se como uma nova dimensão de competitividade. Não só vai “permitir a vários setores e indústrias melhorarem a sua eficiência” como a “inovarem nos seus modelos de negócio”.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.