NOS cria nova solução pioneira 5G em Portugal

Bruno Coelho
Comentar

Em finais de novembro do ano passado, a NOS foi a primeira operadora a lançar o 5G em Portugal. Continua a dar provas de liderar a nova geração de comunicações móveis no nosso país, e o mais recente passo é a parceria a com a Zippy.

A Zippy e a NOS uniram-se para implementar uma solução tecnológica assente em 5G, e que promete revolucionar a experiência dos clientes em loja. Mas como funciona esta primeira loja 5G da Zippy?

“Com uma cobertura 5G dedicada, a Loja Zippy do NorteShopping, no Porto, é agora uma montra tecnológica do retalho inteligente”, pode ler-se em comunicado. Ao longo de quatro semanas, os clientes desta loja vão ter acesso a uma experiência diferente.

“Podem ter acesso ao catálogo da marca e experimentar, de forma virtual, alguns dos mais variados artigos, incluindo aqueles que não estão em exposição ou se encontram fora de stock”, explica a NOS.

Zippy NOS

Para tal vai ser usada uma Web App que utiliza Realidade Aumentada, para produzir modelos 3D dos produtos da Zippy. Através desta Web App, os clientes podem experimentar e visualizar os produtos em tamanho real, sem que para isso tenham de os vestir, calçar ou montar.

“Através deste passo pioneiro e sendo uma marca líder e inovadora, a Zippy está a construir o futuro do retalho em Portugal e a proporcionar aos seus clientes uma experiência de compra inteligente, disruptiva, mas principalmente, mais completa”, afirma Manuel Ramalho Eanes, Administrado Executivo da NOS.

Segundo Joana Ribeiro da Silva, Administradora da Sonae Fashion e COO da Zippy, “esta é uma iniciativa que materializa aquilo que será o futuro do retalho e que permitirá uma experiência cada vez mais imersiva e completa ao consumidor”.

Esta solução foi desenvolvida pela NOS e pela portuguesa Dimmersions.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.