NoPhone fabrica equipamentos sem funcionalidade alguma, literalmente.

Filipe Alves

92029d24589f1446f358096d60d97646_large

É difícil perceber a ideia por de trás disto, mas a verdade é que a empresa NoPhone é uma empresa de sucesso em Nova York e acreditem que depois de ver este artigo, penso que todos os meus amigos necessitavam de algo assim.

Basicamente este negócio começou com uma brincadeira mas rapidamente se tornou uma ideia lucrativa.O projecto surgiu depois de um dia em que os fundadores estavam num bar onde normalmente socializam, ou pelo menos estão à volta da mesa olhando para os smartphones. ( Acreditem que me faz lembrar os meus amigos). e pensaram que por muito que ali estejam, não estariam na verdade a socializar, visto que estavam perdidos nos seus gadgets.

comparison_large

Eu tinha uma ideia diferente da do "noPhone", uma ideia que o Ralf Mamzkei me deu na verdade, todos num bar, os smartphones em pilha no centro da mesa, o primeiro a tocar no smartphone pagava a conta. ( escusado será dizer que poucos dos meus amigos tiveram coragem de se desligar do mundo interativo).

Eu sei que nós temos um site de tecnologia, mas há certas alturas que devemos levantar a cabeça e apreciar o mundo que temos.

A empresa NoPhone vende este equipamento por apenas 12 dólares e recomendo seriamente a todos com o vício do smartphone. O objectivo deste pedaço de plástico é simplesmente não fazer nada e nunca vi uma ideia tão genial.

Talvez queiras ver:

Diz o que tens em mente nos comentários abaixo. E que tal ajudares um projeto Português? Sabe mais

Queres ser nosso amigo? Segue-nos nos meios de comunicação.

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.