Nokia Logo

Uma imagem que muitos conhecem. Por mais que a tecnologia evolua, a Nokia será para sempre lembrada pelo que fez aos dispositivos móveis e, mais especificamente, a toda a transformação do setor telefónico.

A empresa finlandesa não é, agora, algo que já foi anteriormente. A rainha de um mundo só seu, dominado por si e pela sua oferta diversificada e vasta, capaz de fazer qualquer consumidor pensar que não teria de se preocupar pois haveria um telemóvel quase que construído só para si.

   

24616.39002-Nokia-e-Microsoft

Porém, a decadência surgiu com a chegada de uma nova rivalidade que essa marca não foi capaz de acompanhar, o iPhone. Depois disso, todos se lembram bem. A bem ou a mal a Nokia juntou-se à Microsoft e, ao contrário do que pediam os consumidores e os mais fanáticos da marca, com ele permaneceu durante, aproximadamente, quatro anos. No final desse período, os seus serviços móveis foram adquiridos pela empresa de Redmond que poderia utilizar o seu nome em smartphones até este ano, isto é, 2016.

Logo que se encerrou o acordo entre as duas empresas, os amantes da Nokia já ansiavam pelo início deste ano e pela possibilidade de a mesma vir a lançar aquilo que eles mais queriam: um smartphone, Android.

Nokia C1 leak render

Contudo, a estratégia da empresa mudou, muito graças ao seu CEO Rajeev Suri que, embora queira, obviamente, que a marca volte a ser um nome sonante neste género de mercado, quer fazê-lo de uma forma distinta daquela que havia sido a Nokia até 2013. Desse modo, depois de adquirir uma parte significativa da Alcatel-Lucent na divisão de hardware de rede, a mesma tornou-se numa das líderes da tecnologia 5G e já detém grande parte das patentes referentes à mesma.

Assim, Rajeev Suri afirmou que, a marca ainda não se lançou em força para o mercado dos smartphones ou, pelo menos, não tem nada planeado pois, de facto, Suri pensa que só poderá fazê-lo quando tiver a certeza de que é o passo correto, ou seja, que aquilo que está a ser lançado é um produto para o qual se olhe e se pense que sim, sem dúvida, isto é Nokia. Contudo, por não ter recursos para o fazer e, por não o querer fazer, não quer fabricar o seu smartphone mas antes encontrar empresas que o façam e nele apliquem o seu nome e design.

Nokia N1

Concluindo, não será, para tristeza de muitos fãs, num futuro tão próximo quanto se havia pensado, que a Nokia mandará para o mercado um dispositivo com o seu nome e qualidade de construção. No entanto, nada como esperar para ver e não esquecer que, outro tipo de aparelhos podem ser lançados mesmo assim.

Talvez queiras ver:

ViaPhoneArena
FonteRecode
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.