Nokia-Logo

Some are born great, some achieve greatness, and some have greatness thrust upon them. -William Shakespeare

   

O actual CEO da Nokia, Rajeev Suri, traçou os planos para o futuro da outrora gigante finlandesa, depois de ter sido adquirida pela Microsoft e, pelo menos até 2016, a Nokia não fará mais smartphones.

“We are not looking to a direct consumer return to handsets per se”

Estas foram as suas exactas palavras  e traduzem-se  numa simples frase,  “tão cedo não planeamos voltar ao mercado dos smartphones”. No entanto, nunca deixamos de ter esperança de voltar a ver dispositivos móveis com um dos logotipos mais poderosos do início do século XXI e eis que se materializa o Nokia N1.

Este Tablet Nokia N1 é tanto um excelente dispositivo a baixo preço, com umas benchmarks impressionantes, como uma relíquia, quase arriscaria dizer uma peça de colecionador agora que o logótipo Nokia começa a ser uma rara visão.

Nokia N1 é a chama viva da esperança, a promessa de um regresso em força e caramba, em apenas 4 minutos foram vendidas 20.000 unidades deste Nokia N1! Consulte, aqui, as suas especificações e verá que por 200€ ou 249$ é um produto “must-have”.Nokia_Infographic-001

Para além disso, o CEO da Nokia referiu que os HERE maps, e marca de software associada, não vão competir directamente com o Google Maps, há batalhas que não devem ser travadas e é bom ter noção disso. Para contornar a omnipresente Google, a Nokia negociará com terceiros o uso do seu software para navegação.

A Nokia era sinónimo de telemóvel mas a palavra smartphone nunca se integrou perfeitamente no seu vocabulário. A outrora gigante viu o seu império tecnológico escapar-lhe dos dedos como uma mão cheia de areia mas o espírito inovador e a força de arriscar perduram, o Nokia N1 é a prova viva disso mesmo.

Este ano de 2015 ainda agora começou mas já anseio por 2016, data a partir da qual a Nokia poderá voltar em força e de pleno direito ao mercado dos smartphones, até lá, deixo-vos com a apresentação do Nokia N1, vale a pena ver até ao fim.

Talvez queiras ver

Queremos saber a tua opinião sobre este assunto por isso fica livre de comentar abaixo. Clica aqui para saberes como ajudar a 4GNews!

Nós e os nossos meios de comunicação!