Nokia 5

A Nokia foi outrora uma das maiores marcas mobile do mundo. Depois de alguns anos desastrosos sob o comando da Microsoft, esta mítica empresa tecnológica finlandesa está de volta ao mercado e com excelentes perspectivas.

Com a apresentação dos novos Nokia 3 e Nokia 5 na edição deste ano do Mobile World Congress, a HMD (que tutela agora a Nokia) mostrou-nos que não está para brincadeiras e o seu principal objetivo é reconquistar a confiança dos seus antigos e novos utilizadores.

Vê também: Nokia 6 ganhará nova cor durante o mês de abril

   

A qualidade de construção, e acima de tudo a excelente relação qualidade/preço destes novos Nokia, serão certamente um dos principais trunfos da marca para este renascer das cinzas. Mas é também ao nível do software que a Nokia quer marcar a diferença.


No decorrer da sua apresentação do MWC 2017, a HMD já havia declarado a sua intenção de lançar smartphones com o Android no seu estado mais puro. Para os que possam ter ficado um pouco céticos com estas afirmações, o Vice-presidente da HMD para o Médio Oriente reafirmou essas mesmas intenções.

Em declarações prestadas ao Gulf News, Per Ekman disse que a Google será parte importante neste processo. “Nós e a Google vamos unir esforços para reforçar a marca Nokia, colocando o tipo certo de funcionalidades nos smartphones, incluindo a Google Assistant.

Prosseguindo nas declarações do senhor Ekman, podemos ler: “Os consumidores têm o direito de ter a versão mais recente do seu sistema operativo e iremos disponibilizar essa mesma versão, e os patches, assim que a Google os disponibilizar”.

Smartphones Nokia com Android puro e atualizado

Ainda no contexto destas afirmações, Ekman é bastante duro sobre as empresas que moldam o Android à sua maneira com as suas interfaces próprias. Ele afirma mesmo que estas empresas não disponibilizam o Android da maneira correta.

Estas são intenções nobres de uma marca que certamente já se apercebeu que a maior parte dos utilizadores prefere um Android mais puro do que cheio de aplicações e funcionalidades que não interessam a ninguém. Este pode ser mesmo um grande chamariz para os seus novos smartphones, mas no que toca à celeridade na disponibilização de atualizações para o Android, só o tempo nos dirá se a empresa finalandesa será capaz de cumprir com a sua palavra.

Outros assuntos relevantes:

Será esta a primeira foto do Samsung Galaxy Note 8 ?

Motorola: Os 5 modelos mais marcantes da marca

Gearbox corta parceria com G2A devido a exigências não cumpridas

Viabgr
Fontegulf news
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.