Netflix vai acabar com as borlas! Vão acabar os 30 dias gratuitos

Filipe Alves
Comentar

Não é preciso dizer que a Netflix é o serviço de streaming mais utilizado em todo o mundo. Começaram em 1997 com aluguer de filmes pelo correio e adaptaram-se ao mercado.

Hoje é possível experimentar o serviço de Netflix sem pagar nenhum valor durante 30 dias. Ou seja, é possível ver Netflix sem pagar de forma legal.

O truque que utilizadores faziam para ver Netflix de graça

Ver netfliz de graça

O truque era simples. Todos os meses criavam uma nova conta com uma nova conta de email e um cartão de crédito ou débito temporário. Aqueles que facilmente crias e apagas no Revolut, por exemplo. Depois desses 30 dias o processo era o mesmo. Mais 10 minutos de truques e aqui estão mais 30 dias de Netflix à borla.

Porém, a Netflix referiu que isso vai acabar em breve. Na Espanha, por exemplo, já não existe este tipo de possibilidade da subscrição do serviço.

Em Portugal ainda está ativo. Pelo menos na hora de escrita deste artigo. Assim sendo, se nunca experimentaste o serviço, talvez esteja na hora de dares-lhe uma tentativa.

10 séries na Netflix que tens mesmo de ver

Já que estamos a falar de Netflix, nada melhor do que partilhar alguns dos meus gostos contigo. Há imensas séries e filmes na Netflix. Aliás, o serviço tem melhorado consideravelmente nos últimos anos com novos programas realizados por eles.

Fica aqui um top 10 de séries que gosto e estão disponíveis para ver na Netflix. Contudo, não deixes de partilhar o teu top 10 nos comentários. Está na hora de escolher novas séries para ver.

  • Breaking Bad
  • The Walking Dead
  • Modern Family
  • Star Trek Discovery
  • Rick and Morty
  • Outlander
  • Mars
  • Altered Carbon
  • Ozark
  • Final Space

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.