Netflix registou um crescimento impressionante graças ao Coronavírus

Carlos Oliveira
Comentar

O novo Coronavírus (Covid-19) tem sido o principal problema à escala global desde o início do ano. Para tentar impedir a propagação do vírus, milhões de pessoas estão confinadas em casa e parece que a Netflix foi das empresas que mais lucrou com este paradigma.

De acordo com os seus últimos números, o serviço de streaming registou um crescimento de 15,8 milhões de subscritores nos últimos meses. Esta cifra é mais do dobro daquilo que a Netflix previa para os primeiros meses do ano (7 milhões).

Este é o resultado de um confinamento que se verifica um pouco por todo o mundo. Com as pessoas pressas em casa 24 horas por dia, há que arranjar formas de passar o tempo.

Netflix

Os serviços de streaming de séries e filmes é das propostas mais apetecíveis. Sendo a Netflix a referência neste ramo, é natural que muitos tenham sucumbido às ofertas da plataforma.

Netflix prevê um abrandamento de novos subscritores na segunda metade do ano

Embora o primeiro trimestre do ano tenha sido muito bom para a Netflix, o ímpeto não se deverá manter nos meses que se avizinham. Para o trimestre que decorre, a empresa prevê um crescimento de apenas 7,5 milhões, sendo que o número deverá encolher ainda mais entre julho e dezembro.

As razões para tal são bastante óbvias. Em primeiro lugar, aqueles que aderiram ao serviço pago no primeiro trimestre já não o farão nos meses que se seguem.

Em segundo lugar, temos o expectável levantamento das restrições sanitárias em todo o mundo. Espera-se que, nos próximos meses, a pandemia de Covid-19 comece a abrandar e com isso as pessoas deixarão de estar tanto tempo em casa.

Ainda assim, as receitas da Netflix nos últimos meses foram de 5,77 mil milhões de dólares. Esta cifra é resultante de um total de 182,9 milhões de subscritores em todo o mundo.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.