Netflix prepara entrada no gaming: "Queremos fazer mais"

Luís Simões
Comentar

A Netflix quer entrar no mundo do gaming e já está a mexer-se no mercado nesse sentido. Os rumores adensaram-se nos últimos dias e a gigante norte-americana tomou mesmo uma posição oficial sobre o assunto.

Segundo o portal The Information, a Netflix pretende reforçar a equipa com alguém experiente na área do gaming, para alicerçar o novo projeto da melhor maneira. A ideia é fundar uma experiência baseada em catálogo, similar aos já existentes Apple Arcade ou Xbox Game Pass.

"Queremos fazer mais a partir de entretenimento interativo", diz a gigante norte-americana.

Sem revelar totalmente o jogo, a Netflix deixou, no entanto, escapar a ideia de que pretende ir mais além no mundo do entretenimento, segundo um comunicado difundido pelo Gamespot: "Os nossos subscritores valorizam a variedade e qualidade dos nossos conteúdos. É por isso que continuamos a expandir a nossa oferta, desde séries a documentários, filmes, originais em língua local e reality TV. Os subscritores também gostam de estar mais ligados às histórias que adoram, através de séries interativas como Bandersnatch e You v. Wild, ou jogos baseados em Stranger Things, La Casa de Papel ou To All the Boys. Portanto, estamos entusiasmados em fazer mais a partir de entretenimento interativo".

Certo é que o projeto ainda não é oficial, mas já alicia os gamers, que reconhecem a capacidade da Netflix em oferecer conteúdos de qualidade de forma acessível e prática, uma ideia que encaixaria em muitos perfis de jogadores hoje em dia. A somar a isto há o facto de o serviço de streaming ter várias séries e filmes que poderiam ser adaptados para videojogos, o que juntaria o útil ao agradável.

Netflix já criou videojogos anteriormente, mas noutra escala.

A abordagem da cadeia aos videojogos resume-se a pequenas experiências passadas, por exemplo, com Stranger Things, que deu origem primeiro a um jogo para telemóveis em 2017 e mais tarde expandiu-se às consolas tradicionais. O jogo não foi desenvolvido diretamente pela Netflix, mas sob a sua chancela.

Sem o impacto da Netflix na produção de conteúdos, a Amazon já deu, por sua vez, passos sólidos no mundo do gaming. O serviço Prime Gaming está disponível por 3,99 € mensais e oferece jogos e conteúdos relacionados, numa adaptação do antigo Twitch Prime.

Editores 4gnews recomendam: