Netflix tentará alcançar os 700 títulos originais até ao final de 2018

Pedro Henrique
2 Março, 2018
UE Netflix
Netflix é um verdadeiro sucesso, mas tem margem para crescer

A Netflix é, hoje, um ícone do streaming de séries e filmes. A sua plataforma tornou-se, sem sombra de dúvida, um autêntico sucesso e há hoje poucos amantes de conteúdo televisivo que não tenham visto nenhum dos seus títulos.

Ora, nem que seja 13 Reasons Why, Stranger Things ou Narcos, ou então qualquer outra série ou filme, o que é certo é que a empresa quer contar com cerca de 700 títulos totalmente originais, isto é, seus, no final deste ano. Impressionante? Sim.

Vê ainda: Google Play Store: 32 apps temporariamente grátis para o teu Android

Todavia, o que mais impressiona ainda é que, para a realização de todo esse conteúdo, a empresa norte-americana só terá aproximadamente 8 mil milhões de dólares. É uma quantia bastante elevada, efetivamente. No entanto, foi (e será) usada para se criarem variadíssimos episódios de muitas séries, por exemplo.

São tantas as séries da Netflix que valem a pena...

Quem o disse foi David Wells, CFO da Netflix. Porém, há uma dúvida que se cria em grande parte dos consumidores deste serviço. Conseguirá a Netflix suportar o objetivo a que se propôs sem comprometer a qualidade do seu conteúdo?

Bem, essa sim é a derradeira questão. Não será fácil fazê-lo. Por outro lado, gigante que já tem um maior destaque que a HBO ou a Amazon Video não dará parte fraca. Basta dar-se uma vista de olhos no conteúdo lançado mais recentemente.

Por exemplo, The End of The F***ing World foi uma das últimas, totalmente diferente daquelas que se vinha vendo desde então. Os episódios são mais curtos – têm cerca de 20 minutos de duração –, não se passa nos clássicos cenários norte-americanos e, ao mesmo tempo, não retrata nenhuma história verídica.

Foi por isso que a sua primeira temporada foi mais secante do que se poderia expectar? Não. E nem por ter apenas meia-dúzia de personagens relevantes para o desenrolar da mesma se tornou pior.

Assim sendo, não se pode dizer com nenhum tipo de certeza que a Netflix irá prejudicar-se por querer crescer ainda mais. Mas lá está, isso só dependerá dela mesma e da forma como forem guiadas as decisões que toma.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Galaxy S9 Plus é o melhor smartphone para fotografia – DxOMark

Top 5 smartphones Android abaixo de 250€ – Março 2018

OnePlus 6 e Xiaomi Mi MIX 2S, as próximas flores de Primavera

Fonte

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.

Mais na 4gnews

Simpsons coopera com Riot Games para episódio sobre Esports
HBO Portugal: 5 séries que tens de começar a ver!
Resposta da Disney à Netflix vai trazer todos os desenhos animados da sua história!
HBO mostra-nos o trailer oficial da última temporada de Game Of Thrones
Netflix: estes são os smartphones que suportam conteúdo HDR
Cuidado Netflix! Disney poderá deter 70% da Hulu em breve

Artigos que não podes perder

Como encontrar o telemóvel Android com a ajuda do Google
Como ligar o telemóvel à TV para ver conteúdos no "grande ecrã"
Descobre 10 produtos Xiaomi que valem a pena comprar
10 Dicas da Huawei para tirar melhores fotos com o Smartphone
Os smartphones com os melhores processadores - Outubro 2018
CTT: como fazer desalfandegamento online de encomendas em 3 passos!