Os smartwatches têm, no geral, debatido-se em encontrar lugar nos pulsos do consumidores provavelmente porque, neste momento, apenas servem para ver notificações, o que é simplesmente resolvido ao tirar o smartphone do bolso, a maior parte dos smartwatches precisam da constante “companhia” deste smartphone para se tornarem realmente “smart”, o ecrã e a bateria pequenos não os tornam os mais úteis de sempre e o preço, de certo, não agrada muito aos consumidores portugueses. E são estas as razões que estão a tornar os smartwatches obsoletos e meros produtos estéticos, que podem ligeiramente completar o smartphone, mas não estão nem perto de serem “obrigatórios” para o simples consumidor.

A Samsung e a Neptune estão a tentar contornar a dependência do smartwatch ao smartphone, equipando-os com hardware digno de um smartphone de nível de entrada, sistemas operativos de smartphones, maiores ecrãs, câmaras e até ranhuras para cartões SIM, sendo assim possível ao Gear S, da Samsung, e ao Pine, da Neptune, fazerem chamadas e conectarem-se à Internet sem sequer existir a necessidade de o utilizador “carregar” consigo um smartphone. Mas, como já disse, o problema destes dispositivos é o ecrã, que no caso destes smartwatches são de 2 e de 2.4 polegadas respetivamente, o que faz com que o corpo do dispositivo seja muito maior do que estamos habituados a usar no pulso,  e as suas baterias continuam a ser demasiado pequenas.

Mas, na tentativa de resolver estes problemas e possivelmente estabelecer um novo rumo para os smartwatches, a Neptune vai lançar o Neptune Duo, que literalmente troca os papeis do smartwatch e smarthpone. O Neptune Duo é composto por dois dispositivos: o Neptune Hub que é o smartwatch e também o cérebro da operação e o, que o fabricante chama, Pocket screen ou, em português, ecrã de bolso.

   

O Hub é um relógio com um ecrã de 2.4 polegadas, que consegue parecer um pouco mais pequeno no pulso do que o Neptune Pine, por se parecer mais com uma faixa e está equipado com um processador quad-core e Android 5.0 Lollipop, que foi alterado para funcionar no pequeno ecrã do HUB, e suporta LTE, Wi-Fi, GPS, Bluetooth, NFC.

O Pocket screen é apenas o “ajudante” nesta situação toda, tem um ecrã HD de 5 polegadas, uma câmara de 8MP com Flash na parte traseira e uma de 2MP dianteira, e todos os altifalantes, vibradores e microfones que se esperavam encontrar num smartphone normal, mas necessita de estar conetado ao Hub para funcionar, sendo apenas a sua extensão, de forma a facilitar a navegação pela interface e o uso das câmaras. O Pocket screen está equipado com uma bateria de 2.800mAh, podendo assim ser usado como um bateria portátil para carregar o Hub, assim, a Neptune afirma que, juntos, os dois dispositivos têm uma capacidade total de 3.800mAh e podem durar alguns dias de uso normal numa única carga.

Ambos os dispositivos serão vendidos em conjunto, formando o Neptune Duo, que está previsto começar a ser distribuído mais tarde em 2015, mas para o receber, precisa de desembolsar $798, que são cerca 702€ ou aceitar alguns dos negócios de pré-venda que a Neptune está a fazer, que irá garantir um desconto para os que quiserem pagar agora.

O Neptune Duo de certeza que inverteu os papeis dos smartwatches e iniciou completamente um novo conceito que pode realmente revelar ser revolucionário e se for bem sucedido pode criar uma nova posição para os smartwatches no mercado das tecnologias.

Talvez queiras ver:

Diz o que tens em mente nos comentários abaixo. E que tal ajudares um projeto Português? Sabe mais

Queres ser nosso amigo? Segue-nos nos meios de comunicação.

Membro do 4GNews há já 1 ano e estudante no 12º ano. Se bem me lembro , comecei a interessar-me por smartphones e outras coisas desde o momento que consegui perceber do que realmente se tratavam! Tive imensa sorte e encontrei este site, mandei um email e aqui estou a escrever para a 4GNews - um site originalmente PORTUGUÊS.