Nearby Sharing: alternativa ao AirDrop permitirá partilha de ficheiros com computadores

Carlos Oliveira
1 comentário

A Google tem vindo a desenvolver uma funcionalidade que em muito se assemelha ao AirDrop da Apple. Conhecida como Nearby Sharing, esta tem o objetivo de simplificar a partilha de ficheiros entre smartphones Android.

Contudo, está a ser adiantado que esta funcionalidade irá também chegar ao Windows, Mac, Linux e ChromeOS. Isto significa que poderás partilhar ficheiros entre o smartphone e o computador, tal como acontece com o AirDrop.

A primeira pista foi encontrada por um membro da publicação Chrome Story. Depois de ativada uma flag, já é possível ver a opção para ativar o Nearby Sharing nas opções do ChromeOS Canary.

Nearby Sharing shows up in #chromebook settings pic.twitter.com/Z2V5UrgPT4

— Dinsan (@_dinsan) 19 de junho de 2020

Confrontados com esta informação, a 9to5 Google foi investigar o código-fonte e encontrou provas de que ela chegará também ao Windows, Mac e Linux. Fica também provado que este Nearby Sharing é o mesmo que podemos encontrar no Android.

Partilha de ficheiros será feita através do Chrome

Ainda há muitos pormenores por esclarecer relativamente ao real funcionamento desta opção. No entanto, parece já bem definido que o Chrome será o veículo para a partilha dos ficheiros.

Isto é um indicador de que tudo o que precisarás para usar o Nearby Sharing no teu computador é o browser mais usado no mundo. Ou seja, há uma enorme possibilidade de já o teres instalado e só resta mesma a Google disponibilizar a opção.

Ainda assim, há questões pertinentes que ainda não têm resposta. Será possível partilhar ficheiros do computador para o smartphone ou apenas no sentido inverso? Teremos de estar ligados à mesma rede para que tudo funcione?

Por enquanto, mesmo ativando as respetivas flags, o Nearby Sharing ainda não faz nada. Esse é um forte indicador de que a Google ainda está a desenvolver esta funcionalidade, mas em breve poderá disponibilizá-la para todos.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.