NASA: novo telescópio vai estudar os segredos da origem do Universo

Abílio Rodrigues
Comentar

A NASA está a trabalhar num novo telescópio para explorar os primeiros momentos de vida do Universo e procurar compreender os segredos do Big Bang. O SPHEREx está cada vez mais perto do lançamento, agora que foi aprovado o seu design preliminar e se começa a pensar no hardware e software que o constituirão.

Segundo a Agência Espacial Americana o telescópio entrou na Fase C de desenvolvimento e por isso já se terá uma ideia do seu aspeto e potencial de investigação. De seguida, a NASA terá de começar a definir a equipa responsável pela sua construção assim como os materiais que serão necessários para concretizar o projeto.

Novo telescópio da NASA é muito diferente do Hubble

O SPHEREx não terá como objetivo trazer-nos imagens de alta resolução de objetos astronómicos como faz o famoso Hubble. A sua operação processa-se no campo dos infravermelhos, tida como a melhor forma de observar as partes mais distantes e mais antigas do Universo.

Um dos seus objetivos principais será examinar as primeiras frações de segundo após a ocorrência do Big Bang em busca de provas de um processo que os cientistas denominam de inflação.

Caso este processo tenha mesmo feito parte do nascimento do Universo terá então influenciado a distribuição das galáxias.

A NASA pretende ainda que o SPHEREx seja capaz de estudar a formação das galáxias com recurso a um sistema de câmaras que criará um mapa das mesmas em 3D. Analisando o brilho das galáxias os cientistas vão poder formular teorias mais concretas sobre a sua formação.

A missão deste telescópio vai ainda incluir a busca por evidências de água e moléculas orgânicas congeladas nas imediações das estrelas mais jovens da Via Láctea.

As câmaras de infravermelhos do SPHEREx foram desenhadas especificamente para analisar as nuvens de pó em torno dessas estrelas, determinando o potencial para a formação de planetas habitáveis.

Universo é ainda uma enorme incógnita

Estas informações podem revolucionar a forma como entendemos a formação planetária e a potencial distribuição de formas de vida.

Este tipo de conhecimento profundo continua a fugir à nossa compreensão e representa um dos maiores segredos do Universo.

A Agência Espacial Americana prevê começar a fabricar o telescópio num período de 29 meses, pelo que o seu lançamento deve ter lugar apenas por volta de 2025.

Editores 4gnews recomendam:

  • Objeto misterioso que passou pela Sistema Solar pode ser tecnologia alienígena
  • Passo de gigante para o setor energético! Reator de fusão nuclear bate recorde
  • Vénus deslumbra os cientistas com possíveis sinais de vida!
Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.