MWC 2020: evento vai realizar-se a "meio gás" devido à ameaça do coronavírus

Vitor Urbano
Comentar

A Mobile World Congress 2020 (MWC) terá início no próximo dia 24 de fevereiro em Barcelona, mas tudo indica que poderá realizar-se a "meio gás". Depois de ter sido confirmado oficialmente que o evento iria decorrer sem qualquer limitação, parece que o coronavírus vai afinal afetar negativamente a popular conferência.

Em declarações oficiais, tanto a LG como a ZTE confirmaram que não irão realizar os eventos que tinha agendado para a MWC 2020. Entre outros motivos, ambas as marcas afirmaram que a principal razão seriam os riscos desnecessários que envolvem o coronavírus.

LG irá apresentar os seus produtos em eventos "privados"

De acordo com o comunicado publicado pela fabricante, decidiram cancelar todos os seus planos para a Mobile World Congress de forma a evitar a exposição desnecessária de centenas de funcionários a viagens internacionais.

O comunicado salienta ainda que esta decisão tem como fundamento as indicações dadas pel Organização Mundial de Saúde.

Ainda que não tenham revelado datas em concreto, a LG irá apresentar os seus novos smartphones para 2020 em eventos separados num futuro próximo. Dependendo da forma como a evolução do vírus irá acontecer, deverá também ser uma possibilidade que a marca aposte em conferências online para apresentar os novos produtos.

MWC 2020 poderá sofrer mais baixas de peso durante as próximas semanas

Considerando que muitas das presenças de maior destaque na Mobile World Congress 2020 seriam de fabricantes chinesas, não seria de estranhar se outras marcas acabassem por seguir o exemplo da LG e ZTE.

Relembro que também a Xiaomi e Realme têm presença marcada nesta grande conferência tecnológica. Além de vários gadgets, é esperado o lançamento global dos seus novos smartphones, que chegarão em força à Europa durante os próximos meses.

No entanto, a maioria destes produtos já foram revelados em eventos realizados na China e outros mercados asiáticos. Por isso, não seria grave caso as marcas optassem por apenas oficializar os seus lançamentos para os mercados europeus através das suas plataformas online.

Coronavírus já contabilizou quase 500 fatalidades

Até agora, já foram confirmados quase 25 mil casos de infeções do coronavírus. Ainda que a esmagadora maioria tenha sido registada na China, vários casos continuam a surgir em diversos outros países.

Apesar do número de recuperações continue a aumentar exponencialmente (921), já foram registadas 493 mortes causadas por este vírus.

Editores 4gnews recomendam:

  • Samsung Galaxy Z Flip tem nome confirmado oficialmente!
  • BlackBerry volta a ter os dias contados! O que falhou?
  • Xiaomi Redmi 9: executivo da Xiaomi refere o que esperar do smartphone
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.