Motorola V3 (Razr) poderá voltar ao mercado no próximo anoO Motorola V3, também conhecido por Razr, foi sem dúvida um dos telemóveis mais populares do mercado móvel. Numa altura onde a Motorola era rainha do mercado e se aproximava da Nokia, o Motorola V3 esteve no bolso de quase todos os meus amigos, incluíndo o meu.

Lembro-me perfeitamente da felicidade de ter um dispositivo daqueles. O gesto com o dedo pulgar para abrir o telemóvel e o rápido movimento com o pulso para o fechar com estilo. Os “V3” marcaram uma geração e se estás a ler este artigo é provável que sintas o mesmo sentimento de nostalgia que eu.

Vê ainda: Huawei P20 Lite poderá contar com câmaras da LEICA

Os smartphones chegaram mais tarde, os ecrãs maiores e o formato “concha” desapareceu. O “V3 (Razr)” passou a ficar na gaveta e mais tarde uma memória distante.

Porém, parece que o sentimento poderá voltar. Ainda não sabemos em que formato. Passo-me a explicar. Um executivo da marca referiu ao TechRadar que o Motorola V3 (Razr) voltaria em breve, todavia, não temos ideia de como.

Motorola V3 (Razr), um smartphone com ecrã dobrável? Porque não?

A Motorola poderá perfeitamente trazer um telemóvel “nostalgia”. Algo idêntico ao que a Nokia fez com o 3310 ou mais recentemente com o Nokia 8110. No entanto, podemos também vir a ter um dispositivo (smartphone) com capacidades dobráveis e com o mesmo nome. O “V3” do futuro!

Não é segredo que a Lenovo, detentora da Motorola, está a trabalhar em ecrãs flexíveis, assim sendo, não seria estranho ou uma surpresa ver um smartphone com a mesma ideologia do passado mas com as qualidades do presente.

Ainda é cedo para assumir o que quer que seja. A Motorola tem nas mãos uma possibilidade de deixar os amantes de telemóveis mais uma vez apaixonados, veremos se assim consegue.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Huawei P20 Lite: Será assim o próximo gama-média da marca?

Samsung Galaxy S9 + | Unboxing e primeiras impressões do novo Android

Bluboo S2: Smartphone Android revelado com câmara rotativa

Fonte | Via 

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.