Motorola estará a desenvolver novo topo de gama com Snapdragon 8150

Carlos Oliveira
Motorola Snapdragon 8150
Em 2019 deveremos ter um topo de gama digno de menção

Embora a Motorola tenha vindo a desenvolver um trabalho satisfatório com os seus gama média, o mesmo não podemos dizer dos topos de gama. Estes têm ficado aquém das expectativas. Esse cenário poderá mudar em 2019, ano em que a empresa utilizará o novo processador Snapdragon 8150.

O único topo de gama que a Motorola apresentou em 2018 foi o Moto Z3. Este flagship ficou aquém das expectativas por vários motivos, mas o principal foi o seu processador. Em pleno 2018 a empresa achou por bem lançar um smartphone com o processador Snapdragon 835.

Vê ainda: OnePlus. Smartphone com 5G será mais caro que o OnePlus 6T

Para os mais esquecidos, este foi o SoC de topo da Qualcomm para o ano de 2017. Ou seja, a Motorola deu-nos um topo de gama com um processador ultrapassado. Para tentar contornar este facto, o Moto Z3 chegou ao mercado com um valor mais reduzido.

Para além disto, o Moto Z3 era um exclusivo da operadora norte-americana Verizon. Por conseguinte, mesmo que visses algum apelo neste flagship, não o poderias utilizar em Portugal.

Motorola prepara um flagship para 2019 com o Snapdragon 8150

Para o ano que se avizinha, a história poderá ser diferente. De acordo com o XDA Developers, o próximo topo de gama da Motorola irá fazer uso do futuro processador Snapdragon 8150.

O novo Snapdragon 8150 será o próximo SoC de topo da americana Qualcomm. Esta será a designação para o processador que muitos esperariam que fosse o Snapdragon 855. Será o SoC que equipará equipamentos como o Galaxy S10, Xiaomi Mi 9, OnePlus 7 e outros.

Se as alegações da XDA Developers se concretizarem, a Motorola irá juntar-se à festa. Desse modo, a empresa detida pela Lenovo irá finalmente lançar um topo de gama com um processador condizente com a realidade em que se irá inserir.

Motorola Moto Z3 Android Motorola Moto P30

O mesmo relatório adianta que o smartphone inclui 4GB de RAM e 32GB de memória interna. No entanto, não descarta a possibilidade de, aquando do seu lançamento, estas configurações sejam superiores.

Além disso, este topo de gama da Motorola irá ser compatível com os Moto Mods. Quer isto dizer que o seu design não deverá ser muito distinto do que temos atualmente. Já em termos de software, teremos o Android Pie 9 instalado de fábrica.

Importa ainda referir que a Motorola estará a desenvolver uma tecnologia para um sensor de impressões digitais embutido no ecrã. No entanto, não temos certezas se esta tecnologia virá a ser aplicada no seu próximo topo de gama.

Por fim, importa referir que este novo smartphone poderá ter uma disponibilidade global. A parceria com uma operadora norte-americana não está colocada de parte, mas também o resto do globo poderá ter acesso ao mesmo equipamento em 2019.

Editores 4gnews recomendam:

Samsung Galaxy S10: CEO da marca procura salvação com o smartphone

Huawei P20 Pro e P20 começam a receber o Android Pie com EMUI 9

12 aplicações Premium que estão agora Grátis na Google Play Store

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.